[Resenha] – Biblioteca de Almas

Em 23.03.2017   Arquivado em Livros, Resenhas

⚠ Essa resenha pode conter spoilers dos demais livros da trilogia.

O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares | • Cidade dos etéreos


Terminar uma trilogia é sempre triste. Eu sempre fico com aquela sensação de que estou me despedindo de grandes amigos, e com Biblioteca de Almas não foi diferente. Eu gostei bastante da leitura dos dois primeiros livros, mas esse terceiro fechou a trilogia com chave de ouro – e eu quase comecei a reler tudinho quando cheguei na última página.

Em Biblioteca de Almas, podemos acompanhar a jornada de Emma e Jacob em busca do Recanto do Demônio, onde seus amigos estão presos. Eles também contaram com a ajuda de Addison (o cão falante) e os três se tornaram invencíveis. A jornada não foi fácil, e os três precisaram lidar com inúmeros acólitosetéreos durante todo o caminho. Mas aos poucos eles começaram a descobrir um pouco mais sobre a história dos peculiares e também contaram com a ajuda de novos personagens.

Para mim, a história desse livro foi a mais real de todas. Digo isso porque a maldade realmente existiu de uma forma mais evidente e também porque a lealdade dos personagens foi colocada a prova em diversos momentos da trama. Se Caul se mostrou um personagem extremamente cruel no segundo livro, nesse terceiro podemos acompanhar um nível mais macabro de crueldade. Era impossível saber ou deduzir o que iria acontecer, pois a cada nova página era uma “bomba” que o autor soltava e me deixava curiosa e sem folêgo – e foi por conta disso que eu devorei essa obra.

Se no segundo livro nós fomos apresentados a novos peculiares, em Biblioteca de Almas esse leque se abriu de uma maneira inimaginável. Apesar de não serem muitos quantitativamente, os novos peculiares apresentados possuem histórias muito interessantes e surpreendentes. Eu confesso que fiquei de queixo caído em inúmeras partes. Além disso, nesse livro também podemos conhecer a fenda mais obscura e cruel do mundo peculiar.

Apesar de eu ter imaginado um final diferente, a leitura de Biblioteca de Almas foi extremamente proveitosa e tudo se encerrou sem pontas soltas. Claro que o autor poderia (em um futuro bem próximo, obrigada!) lançar alguns contos sobre determinados personagens – no mesmo estilo do livro Contos Peculiares. Porque é impossível não querer mais e mais desse mundo e personagens encantadores. 

Preciso fazer um parenteses para dizer que senti falta da entrevista do autor no final do livro, e que as fotos dessa edição são tão boas quanto as dos demais livros. Toda trilogia foi feita com muito capricho e ela se tornou uma das minhas favoritas da vida!

Contos Peculiares será uma das minhas próximas leituras Não vejo a hora de viajar novamente pra essa “fenda” que Ransom Riggs criou.


SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

*Comprando na Amazon através desse link você ajuda o blog através de uma pequena comissão

Scroll Up