Arquivo:

Textos

Para o menino dos olhos cor de mel

Arquivado em Com amor, Textos
- abril 15, 2016
large

Fonte: We♥It

Moço,

Lembro de quando você apareceu na minha vida. Tão doce, sútil, tão elegante. Disse que queria ser apenas um amigo, e aos poucos foi tomando conta do meu coração. Disse que guardaria meus segredos e que me ajudaria a enfrentar as barreiras da vida. E quando eu menos esperava, nossos corpos brincavam em meio aos lençóis amassados e a felicidade transbordava em nós. Você me guiou quando eu pensei que não daria conta de seguir em frente. Você foi fiel, foi verdadeiro e me deixou conhecer o menino que habitava seu coração… Meu amor por você foi crescendo a cada dia. E eu que só acreditava no amor que encontrava nos livros, transformei minha vida em um clichê e apostei todas as fichas em nós. 

Basta apenas um piscar de olhos e eu me encontro com aquele nosso passado, onde tudo era possível e você me cativava a cada novo sorriso. E, sem perceber, volto ao presente onde te tenho ao meu lado em uma simples manhã. Não sei se mereço toda essa felicidade, mas quero continuar vivendo com esse sentimento tatuado em mim.

Com amor,

Sua.

Sensível demais

Arquivado em Textos
- agosto 25, 2015

Quando eu menos espero ela chega e me pega de surpresa. Eu me rendo, jogo as cartas sob a mesa. É muito difícil lidar com essa (des)carga de sentimentos, com as peças não encaixadas do meu próprio quebra-cabeça. As dúvidas sobre as palavras (não) ditas, cada ‘se’ referente as minhas ações, as lembranças (boas e ruins)… Tudo vai chegando e tomando conta de mim. O processo é lento e meu coração palpita a cada novo pensamento que surge. Me perco em meu próprio mundo. E crio obstáculos e desafios que só existem dentro do meu faz-de-conta. Aos poucos me afasto das pessoas que me querem bem e insisto que existe algo de errado. Me pergunto até onde sou capaz de aguentar; se falta muito para que eu volte ao normal. Mas, no fundo, eu sei que essa sensação faz parte de mim. E por mais que eu corra, ela sempre vai me encontrar.

De repente as lágrimas começam a cair… Involuntárias. Prefiro acreditar que é uma resposta, que estou tentando me libertar e seguir em frente. Eu mentalizo coisas boas, busco forças e ergo a cabeça. Todos passam por dias nublados. Todos são assombrados por seus próprios fantasmas.

Preciso de um tempo só para mim.

Eu respiro.

Conto até quanto for necessário.

E desabo em mim mesma.

Não sei quem sou, muito menos para onde quero ir.

Só desejo paciência e calma. Boas coisas estão por vir.

Eu espero…

O sonho

Arquivado em Com amor, Textos
- agosto 3, 2015
Estava de noite e todo mundo só comentava sobre a festa que iria acontecer na sua casa. Naquela época éramos apenas colegas de turma, mas eu já sentia meu coração bater mais rápido quando você se aproximava. Depois da insistência de algumas pessoas, eu acabei aceitando e parti com o grupo para o seu apartamento. 
 
Era o mesmo onde você mora atualmente, os móveis estavam nos mesmos lugares e era impossível não reparar no amor entre seus pais, você e sua irmã. Aquela energia tão bonita e positiva…  Até a Luna estava presente! E você estava ali, muito contente por poder reunir seus amigos em mais um aniversário. 
 
Trocamos olhares a noite toda. Aliás, esqueci de mencionar que, quando cheguei na sua porta e passei por você, eu recebi aquela mesma piscada de olhos que você deu no primeiro dia em que nos vimos. Nossa aparência também era a mesma de quando nos conhecemos, e você não faz ideia de como fiquei emocionada por conta disso.
 
Conforme as horas foram passando, a vontade de te abraçar foi aumentando, da mesma maneira que o receio de fazer algo errado e estragar tudo foi tomando conta de mim. Nos divertimos muito durante a festa, seus amigos me contaram coisas incríveis sobre a amizade de vocês, e eu nem poderia imaginar que depois de um tempo eles seriam meus amigos também – os melhores amigos que alguém poderia pedir a Deus. 
 
Infelizmente a hora da despedida foi se aproximando; o barulho na sala só aumentava, por conta de tantos abraços e apertos de mão de até logo… Então, em uma fração de segundos, não havia mais ninguém na sala e você deu um beijo no canto da minha boca: do mesmo jeito em que aconteceu no dia em que finalmente ficamos juntos. Foi um gesto muito sereno, muito singelo e muito protetor. Ali, naquele exato momento em que meu mundo parou, eu soube que era você.
Acordei com um sorriso de orelha a orelha e me senti a pessoa mais feliz do mundo por ter certeza de que meu sonho já havia se tornado realidade. Senti uma vontade imensa de registrar esses momentos, porque quando me lembro desse sonho, minha felicidade só aumenta e meu coração se aquece. Espero que nosso amor nunca morra. E espero que nossos sonhos sejam eternos.