Categoria:

amor

Mais um sobre o amor da minha vida

Arquivado em Pessoal, Textos
- setembro 11, 2017

A melhor parte de pegar o fretado às 06:10 é me deparar com os seus sorrisos. Eu me abrigo no seu calor e me sinto completa. Você sempre me recebe com a calmaria de marinheiro que ama (e conhece) o mar. E você me conquista dia após dia. Me sinto segura, completa e privilegiada. Que honra a minha ter um homão desse pra chamar de meu.

O trajeto Campinas – Osasco é cansativo. Mas eu adoro quando você me acorda com seu afeto. Com beijos. Com seu jeito carinhoso. Confesso que nos dias em que eu acordo primeiro e vejo que seu ponto está chegando,  simplesmente finjo que estou dormindo. Só para descobrir como você vai me acordar. Só pra poder aproveitar esses minutos ao seu lado. E me sentir inteira mais uma vez.

No caminho de volta, quem te recebe de braços abertos sou eu. E eu amo te ver chegar, se acomodar perto de mim e ouvir sua voz quando você começa a me contar como foi seu dia. Nós nos divertimos, nos entendemos e estamos sempre dispostos a cuidar um do outro.

Isso se chama amor.

E eu amo nossos dias.

E é isso que me faz feliz: seu jeito leve, vivo e cheio de energia. Sua voz doce, sacana e sagaz.

Aliás, é você quem me faz feliz.

Te amo por inteiro!

Fonte da imagem: WeHeartIt

Comemorando 04 anos de namoro em Campos do Jordão

Arquivado em Pessoal
- dezembro 5, 2016

inicio

Boa noite, sonhadores! Tudo bem com vocês?! Espero que sim ☺

No dia 20/out, Pablo e eu completamos 4 anos de namoro (e preciso ressaltar que a cada dia que passa, eu me apaixono mais e mais por esse mineirinho). Em meados de Julho/Agosto, nós tivemos a incrível ideia de fazer uma viagem/passeio em outra cidade como comemoração. A princípio iríamos para Monte Verde, mas acabamos indo para Campos do Jordão (e meu deus, que escolha maravilhosa!!).

Nossa passagem por Campos foi rápida. Saímos de Campinas em torno de 08hrs da manhã do sábado (22/10) e a viagem durou cerca de 03:30/04:00 (contando com as paradas) e voltamos às 10hrs do domingo (23/10).

Fazendinha Pousada e Restaurante

Fazendinha Pousada e Restaurante

Nós nos hospedamos na Fazendinha Pousada e Restaurante e era impossível não se encantar e se apaixonar por aquele lugar. Nós fomos tratados da melhor maneira possível, o clima era maravilhoso, os funcionários extremamente educados e atenciosos… A paisagem era uma coisa de outro mundo: eu me encantava a todo momento e me sentia como em um sonho. E meu deus, a comida lá era sensacional! Como fomos fora de época, éramos praticamente os únicos hóspedes por lá…

Baden Baden e centrinho

Conhecendo a fábrica da Baden Baden e um pedacinho do centro

No sábado nós fomos conhecer a fábrica da Baden Baden, com direito a degustação das cervejas Witbier (considerada mundialmente a melhor das melhores cervejas) e a American IPA. Além disso, nós também ganhamos duas taças da cerveja de Chocolate (que na verdade é feita de Cacau) de brinde. Impossível não ter amado esse passeio ♥ E é claro que também somos filhos de Deus e compramos algumas cervejas na lojinha da fábrica.

Depois de visitar a fábrica, pretendíamos ir até o Morro do Elefante e andar (?!) de teleférico. Mas como o tempo estava fechando, nós achamos melhor ficar pelo centrinho e não perder a viagem. E foi no centrinho onde eu me apaixonei mais ainda por aquela cidade. É impossível não se encantar com a arquitetura da cidade, com a receptividade nos bares, restaurantes e lojinhas de presentes. 

Pousada e centrinho

Mais um pouco do centrinho e da pousada ♥

Posso dizer com toda a certeza desse mundo que Campos do Jordão ganhou o meu coração e que foi o melhor presente de 04 anos de namoro que poderíamos ter escolhido ♥ Sinto que renovei o meu relacionamento com o Pablo e que estamos mais unidos do que nunca!

Links úteis


Alguém por aqui já foi pra Jordao’s Fields?! Como foi a experiência?!

Beijinhos e até mais!

Bienal do Livro SP 2016 ♥

Arquivado em Pessoal
- setembro 13, 2016

Oi, mores! Tudo bem com vocês?! Espero que sim!

No dia 03/09 eu me aventurei por SP e fui participar da 24ª Bienal do Livro de SP. Foi uma experiência completamente diferente da que tive em 2014, mas apesar dos apesares, eu consegui aproveitar bastante ♥ E se preparem, porque esse post tem muitasss fotos (precisei fazer umas montagens pra caber tudo)

Essa foi a segunda vez que fui pra Bienal do Livro de SP, e como eu já tinha uma experiência em relação aos preços dos livros, minha lista de compras tinha 5 itens: “Sob o mesmo teto“, “A senhora dos mortos“, “Imperfeito“, “Através da Neblina” e “Hey, Panda, vamos fugir” (todos nacionais ♥). Dessa lista, eu só consegui comprar Imperfeito (que já estou lendo) e também comprei Poder Extra G da fofa Thati Machado, que soube vender o seu “peixe” muito bem enquanto eu estava no estande da Astral. Eu não comprei os outros itens porque não consegui encontrar todos os estandes (eu deixei as minhas anotações na mochila no guarda volumes 💩); e a respeito dos demais livros, daqueles que compramos por impulso – dos poucos estandes que eu consegui visitar – os preços não estavam muito diferentes dos que estamos acostumados nas livrarias.

thati-e-rob

Thati Machado e Robson Gabriel – desejo muito sucesso!

Na Bienal eu pude rever pessoas incríveis, como a Ju e a Ana e FINALMENTE conhecer meus amigos blogueiros que eu tanto admiro ♥ Tami, Alisson, Nath, Gio e Cami: quero levar vocês pra sempre no meu coração! Além dessa galera super amorzinho, eu também conheci a Fer, a Sammy, o Lucas, a Aline, a Mãe da Nath, a Isa e o Segundo (acho que não me esqueci de ninguém).

Migosss

Nath, Sammy, Tami, Alisson e Ju ♥♥♥♥♥

lindass

Duas das melhores pessoas que já conheci nessa vida: Tami e Isa ♥

A Editora Intrínseca foi só amorzinho no sábado: eles organizaram um café da manhã ~maravicherry~ e um encontro lindo com a autora Becky Albertalli. Eu cheguei um pouco atrasadinha no café da manhã 😟, então não sei ao certo sobre o que falaram… Mas enquanto eu estava lá, fomos apresentados aos novos lançamentos da Editora, os parceiros fizeram apresentações sobre livros e também rolou um bate papo super bacana a respeito do #ValorizeOBooktube (e também os blogs, hehe). Já no encontro com a Becky, foi só amor ♥ Sério, eu queria colocar ela dentro da minha bolsa e trazer pra Campinas. Que mulher maravilhosa! (Obrigada Fernanda por ser a melhor tradutora desse mundão).

becky-albertalli

Esse livro da segunda foto é o exemplar que a Becky levou de lembrança: ela fez todo mundo assinar ♥ E não reparem no meu sorriso mega estranho da última foto: eu estava extremamente feliz e realizada!

migass

Migas maravilhosas no café da manhã da Intrínseca. Foto 01: (Rainhas) Cami, Aline e Aninha / Foto 02: Loucas pela Intrínseca / Foto 03: Gio e Fer / Foto 04: Comidinhas ♥

Uma das coisas que eu mais queria fazer nessa Bienal era tirar a bendita foto na estação que a Rocco montou com a temática de Harry Potter. Quando eu cheguei na Bienal (cerca de 11rhs), a fila para a atração estava KILOMÉTRICA e eu acabei deixando para ir mais tarde. Porém, quando a Fer e eu finalmente conseguimos ir pra lá, a atração (?!) estava fechada e segundo a funcionária do estande era porque iria ter uma sessão de autógrafos até as 21hrs e o estande não tinha capacidade para suportar as duas filas. Ou seja, fecharam a estação as 17:00 do sábado. Close errado, Rocco.

rocco

Bolada no estande da Rocco

A minha ideia era passar a noite em SP e aproveitar mais um pouco da Bienal no domingo. Mas eu desisti completamente da ideia porque eu fiquei super triste com o tumulto dentro dos estandes, das filas e filas e também da má organização do evento. Eu sei que a Bienal é um evento que recebe MUITA gente e que fui muito corajosa de enfrentar esse formigueiro no último fim de semana… Mas acho que poderiam ter se organizado melhor. O que mais me irritou foi o tempo que eu perdi pra conseguir entrar na Bienal por conta da credencial de blogueira. Me mandaram pra inúmeras filas, cada hora me passavam uma informação errada e no fim era mais fácil do que parecia. Mas ok, acho que já aprenderam a lição (assim eu espero).

Mas, como eu disse no começo do post, apesar dos apesares, super valeu essa experiência na Bienal de SP. Quero me programar pra ir pro Rio ano que vem, dizem que a Bienal de lá é mais organizada e o local onde acontece o evento é bem maior. Mas, independente de SP ou RJ, eu só quero estar perto das pessoas que eu adoro (e que consigo ver nesse evento) ♥