Categoria:

Editora Intrínseca

Eu li: Agora e para sempre, Lara Jean

Arquivado em Livros, Resenhas
- julho 8, 2017

❥  Não deixe de ler os demais posts sobre a série Para todos os garotos que já amei clicando aqui.


Agora e para sempre, Lara Jean é, acima de tudo, um livro sobre despedidas e recomeços. Eu decidi realizar a leitura desse livro bem devagar, porque eu não aceitava que já era hora de me despedir dessa  história. Mas quando me dei conta, já tinha devorado o livro. E posso afirmar: A trilogia para todos os garotos que já amei vai além de uma simples história de amor adolescente.

Lara Jean está no terceiro ano do ensino médio e seu relacionamento com Peter cresce e amadurece a cada dia. Mas infelizmente o futuro é incerto e eles precisam aprender a lidar com as surpresas da vida, planos para a faculdade, dramas familiares e muitos sonhos (que podem se tornar pesadelos). Mas nós sabemos que crescer não é fácil, mas também sabemos – depois de tantas aventuras ao lado de Lara Jean – que a nossa protagonista é uma pessoa muito forte, determinada e que faz o impossível para agradar as pessoas ao seu redor.

Além do foco no relacionamento de Lara Jean e Peter, na leitura desse livro também é possível identificar de forma mais explicita o amadurecimento das irmãs Song, o envolvimento entre elas, a cumplicidade e o companheirismo. Esse foi um ponto que me emocionou bastante: a união entre elas. Kitty continuou sendo a minha queridinha, e é incrível ver como essa menina amadureceu tanto nos três livros. Em alguns momentos parecia que ela era a irmã mais velha, e meu Deus, deveriam investir em um livro sobre o futuro dessa menina. O pai das meninas continua sendo um superpai (apesar de eu não concordar com algumas atitudes dele) e a presença da sra. Rothschild só me fez gostar ainda mais dele.

Eu gostei muito desse livro. Arrisco dizer que foi o meu favorito de toda a trilogia. A maneira como tudo foi acontecendo, os altos e baixos e as diversas formas de amor (entre a família, amigos e também entre Lara Jean e Peter) foram pontos que se destacaram ao longo da obra. Eu me emocionei muito, principalmente no que diz respeito ao pai de Peter. Me faltam palavras para descrever o meu sentimento em relação a toda essa história. Só digo uma coisa: essa trilogia me marcou e entrou para a lista das minhas queridinhas.

“Ele fala com toda a certeza que só um garoto adolescente pode ter, e eu nunca o amei mais do que neste momento.”

Os livros da Jenny Han sempre me transportam para histórias maravilhosas e despertam em mim sentimentos incríveis. E é claro que em Agora e para sempre, Lara Jean isso não foi diferente. A autora encerrou a trilogia de forma extraordinária, me transportou para o Ensino Médio, me fez reviver tantos sentimentos, e também reforçou a mensagem de que tudo nessa vida acontece por algum propósito.

A Editoria Intrínseca enviou, junto com o livro, uma caixinha muito fofa e também um pequeno livro com as receitas executadas pela Lara Jean ao longo da trilogia. Estou doida para colocar a mão na massa e fazer uns quitutes.

Através desse post me despeço dessa trilogia, mas deixo a promessa de que em breve irei realizar a releitura dessas obras.


  • Editora: Editora Intrínseca
  • ISBN: 9788551001981
  • Autor(es): Jenny Han
  • Páginas: 304 páginas
  • Ano: 2017
  • Adicione no Skoob
  • Amazon*

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

[Resenha] – A viúva

Arquivado em Livros, Resenhas
- junho 4, 2017

Em A viúva conhecemos a história de Jean e Glen Taylor, um casal conhecido por todos por conta de um crime no qual Glen era suspeito. Após a morte de Glen, Jean decidiu que era a hora de contar sua versão sobre a vida que levava ao lado do marido e detalhes de como o caso Bella afetou a relação dos dois. Além disso, também conhecemos o detetive Bob Sparkes e a conceituada jornalista Kate Waters, que também estão ligados nas histórias contadas pela viúva.

Em cada capítulo temos o ponto de vista de um personagem diferente, além de uma mistura de fatos do passado com fatos do presente, e dessa forma é possível entender o que realmente aconteceu na vida de Jean e Glen, além de mais detalhes a respeito do caso Bella. Confesso que senti nojo e desprezo em vários momentos da história, uma vez que o livro aborda temas que vão contra os meus princípios, como por exemplo pornografia infantil.

Jean acabou se revelando uma personagem com características e ideias peculiares ao longo da trama, o que foi um ponto positivo para o livro. Não vou dar mais detalhes a respeito disso, mas ela me surpreendeu bastante.

A viúva é um livro com uma premissa interessante, mas por conta de tantas voltas durante a história, a conclusão acaba sendo um pouco óbvia – e essa foi uma característica que me decepcionou com o livro como um todo. Eu gosto bastante de ir descobrindo os segredos dos mistérios ao longo da história, mas a impressão que eu tive foi que tudo se revelou muito rápido e no final o “choque” não foi muito grande.

Eu imaginava que a leitura desse livro seria diferente, eu estava esperando por uma história estilo Garota exemplar, mas infelizmente acabei me decepcionando um pouco com o decorrer da trama. Infelizmente o livro acabou se tornando mais do mesmo e Fiona Barton não conseguiu me agradar tanto com a sua escrita e história.


  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788551001028
  • Autor(es): Fiona Barton
  • Páginas: 304 páginas
  • Ano: 2017
  • Avaliação: 3,5/5
  • Adicione no Skoob

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

[Resenha] – Contos Peculiares

Arquivado em Livros, Resenhas
- abril 28, 2017

📔 Leia também: posts sobre a trilogia O lar da srta. Peregrine

Contos Peculiares é um livro extra da trilogia O lar da srta. Peregrine, e contém 10 contos a respeito do mundo peculiar. Esse livro é citado dentro da trilogia (mais precisamente a partir do segundo livro) e tem um papel muito importante nas aventuras de Jacob e seus amigos.

Eu achei a leitura desse livro bem fluída, uma vez que os contos são bem curtinhos e a maioria possui mensagens de motivação/lição de moral, o que me lembrou (um pouco) as fábulas populares que existem em cada cultura.

Dentre todos os contos presentes no livro, os que mais gostei foram: A primeira Ymbryne (), Cocobolo A história de Cuthbert (esse último apareceu em um dos livros da trilogia). Além disso, outro conto já conhecido pelos leitores e que aparece com mais detalhes em Contos Peculiares é As pombas (da catedral) de St. Paul.

A edição dos contos está um luxo: todo início de conto tem uma ilustração que se relaciona com a história e comentários do Millard a respeito de alguns detalhes de cada fábula (como por exemplo, informações históricas). Essa edição foi organizada pelo queridíssimo Millard Nullings e o livro Contos Peculiares foi escrito apenas para olhos peculiares.

As ilustrações ficaram por conta do talentosíssimo Andrew Davidson e deram ao livro um toque muito especial, deixando as histórias ainda mais interessantes. Ransom Riggs e Andrew Davidson estão de parabéns! Formaram uma dupla e tanto e tudo se completou dentro da obra.

Após finalizar a leitura desse livro fiquei com uma sensação de tranquilidade, saudade e de dever cumprido. Foi uma experiência extremamente gratificante conhecer o mundo peculiar (através dos três primeiros livros) e saber mais a respeito desse universo que eu tanto adorei, concluindo a leitura de Contos.

Nem preciso dizer que irei indicar essa série para todo mundo, não é mesmo?! ♥


  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788551000533
  • Autor(es): Ransom Riggs
  • Páginas: 208 páginas
  • Ano: 2016
  • Adicione no Skoob

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016