Categoria:

Favorito

Eu li: Agora e para sempre, Lara Jean

Arquivado em Livros, Resenhas
- julho 8, 2017

❥  Não deixe de ler os demais posts sobre a série Para todos os garotos que já amei clicando aqui.


Agora e para sempre, Lara Jean é, acima de tudo, um livro sobre despedidas e recomeços. Eu decidi realizar a leitura desse livro bem devagar, porque eu não aceitava que já era hora de me despedir dessa  história. Mas quando me dei conta, já tinha devorado o livro. E posso afirmar: A trilogia para todos os garotos que já amei vai além de uma simples história de amor adolescente.

Lara Jean está no terceiro ano do ensino médio e seu relacionamento com Peter cresce e amadurece a cada dia. Mas infelizmente o futuro é incerto e eles precisam aprender a lidar com as surpresas da vida, planos para a faculdade, dramas familiares e muitos sonhos (que podem se tornar pesadelos). Mas nós sabemos que crescer não é fácil, mas também sabemos – depois de tantas aventuras ao lado de Lara Jean – que a nossa protagonista é uma pessoa muito forte, determinada e que faz o impossível para agradar as pessoas ao seu redor.

Além do foco no relacionamento de Lara Jean e Peter, na leitura desse livro também é possível identificar de forma mais explicita o amadurecimento das irmãs Song, o envolvimento entre elas, a cumplicidade e o companheirismo. Esse foi um ponto que me emocionou bastante: a união entre elas. Kitty continuou sendo a minha queridinha, e é incrível ver como essa menina amadureceu tanto nos três livros. Em alguns momentos parecia que ela era a irmã mais velha, e meu Deus, deveriam investir em um livro sobre o futuro dessa menina. O pai das meninas continua sendo um superpai (apesar de eu não concordar com algumas atitudes dele) e a presença da sra. Rothschild só me fez gostar ainda mais dele.

Eu gostei muito desse livro. Arrisco dizer que foi o meu favorito de toda a trilogia. A maneira como tudo foi acontecendo, os altos e baixos e as diversas formas de amor (entre a família, amigos e também entre Lara Jean e Peter) foram pontos que se destacaram ao longo da obra. Eu me emocionei muito, principalmente no que diz respeito ao pai de Peter. Me faltam palavras para descrever o meu sentimento em relação a toda essa história. Só digo uma coisa: essa trilogia me marcou e entrou para a lista das minhas queridinhas.

“Ele fala com toda a certeza que só um garoto adolescente pode ter, e eu nunca o amei mais do que neste momento.”

Os livros da Jenny Han sempre me transportam para histórias maravilhosas e despertam em mim sentimentos incríveis. E é claro que em Agora e para sempre, Lara Jean isso não foi diferente. A autora encerrou a trilogia de forma extraordinária, me transportou para o Ensino Médio, me fez reviver tantos sentimentos, e também reforçou a mensagem de que tudo nessa vida acontece por algum propósito.

A Editoria Intrínseca enviou, junto com o livro, uma caixinha muito fofa e também um pequeno livro com as receitas executadas pela Lara Jean ao longo da trilogia. Estou doida para colocar a mão na massa e fazer uns quitutes.

Através desse post me despeço dessa trilogia, mas deixo a promessa de que em breve irei realizar a releitura dessas obras.


  • Editora: Editora Intrínseca
  • ISBN: 9788551001981
  • Autor(es): Jenny Han
  • Páginas: 304 páginas
  • Ano: 2017
  • Adicione no Skoob
  • Amazon*

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

Um pouco sobre ‘As Crônicas de Nárnia’

Arquivado em Livros
- janeiro 24, 2017

P_20170124_131319

Olá, pessoal! Tudo certo com vocês?! Por aqui está tudo ok (tirando a parte em que eu quebrei o dedo do pé enquanto viajava)…

Quem acompanha o blog deve ter lido a postagem que eu fiz um tempinho atrás a respeito de dois livros que eu não conseguia terminar de ler. Um dos títulos era As Crônicas de Nárnia e estou orgulhosa em anunciar que finalizei a leitura dessa obra *palmas*. E hoje vou falar um pouquinho a respeito da minha experiência ao realizar tal leitura.

A edição que eu tenho é aquele de volume único lançado pela editora Martins Fontes (não sei se existe outra edição desse livro e/ou as histórias separadas); e são cerca de 750 páginas. Ao todo são 7 histórias + um extra de Como escrever para crianças. Também vale ressaltar que essa edição (pelo o que eu entendi) foi publicada de acordo com a ordem cronológica das histórias, uma vez que Lewis as escreveu em uma ordem um pouco diferente.

Mas vamos ao que interessa… (pode conter spoiler)

Eu realizei a leitura de O sobrinho do magoO leão, a feiticeira e o guarda-roupa em pouquíssimo tempo. Eu realmente estava empolgada com o livro e todos os segredos a respeito de Nárnia estavam me deixando muito curiosa. Mas então eu comecei a leitura de O cavalo e seu menino e demorei, sei lá, praticamente um ano para finalizar a leitura dessa história (isso porque tem menos de 100 páginas). Então posso dizer que O cavalo e seu menino foi a história que eu menos gostei.

Então o livro ficou largado na minha estante de 2014 até o comecinho de Janeiro, quando eu fui viajar e decidi que estaria finalizando a leitura dessa obra. Confesso que Príncipe Caspian ficou um pouco abaixo das minhas expectativas, mas no geral foi uma boa história. Em compensação,  A viagem do Peregrino da Alvorada A cadeira de prata prenderam minha atenção do começo ao fim. Porém, foi A última batalha que ganhou o meu coração

P_20170124_131414

Algumas considerações

→ O livro, de um modo geral, é incrível!

→ Foi muito interessante descobrir como Nárnia foi criada e conhecer Digory e Polly

→ Eu gostei muito de poder acompanhar o crescimento de Pedro, Edmundo, Lucia e Susana

→ Achei muito legal como Eustáquio e Jill foram introduzidos nas histórias

→ Todos os personagens me encantaram de alguma forma, Lewis soube criar cada um com muito carinho

→ Meu coração ficava quentinho a cada vez que um dos seres do mundo de fora visitavam Nárnia

→ As histórias se ligam de alguma maneira (eu não sabia disso até ler o livro)

→ Antes de iniciar a leitura desse livro, eu tinha lido em algum lugar que se tratava de uma “adaptação” da Bíblia para crianças: e isso fez todo o sentido no decorrer da leitura

→ Gostei das metáforas e das referências

→ Aslam é meu herói!! ♥♥♥

→ O que foi aquele final?! Meu Deus!!! Fiquei com os olhos cheios de lágrimas e não conseguia acreditar no que estava lendo 🙈🙊 (A última batalha)

→ De uma maneira extraordinária, tudo fez todo o sentido

→ A única adaptação a qual eu assisti foi a de O leão, a feiticeira e o guarda-roupa, porém faz muito tempo e eu não consigo fazer uma comparação com a história original

→ Eu não imaginava que iria gostar tanto das histórias, personagens e mundos de As Crônicas de Nárnia

→ Apesar dos apesares, As Crônicas de Nárnia se tornou um dos meus livros favoritos


Bom, deu pra perceber que eu gostei bastante desse livro, né não?! hahaha! Se alguém quiser trocar uma ideia a respeito das histórias, personagens, referências e afins, é só deixar um comentário ou entrar em contato

Beijinhos e até o próximo post 😘

[Resenha] – Senhorita Aurora

Arquivado em Livros, Resenhas
- janeiro 18, 2017

Senhoria Aurora foi uma grande surpresa para mim em 2016. Eu já havia tentado ler outra obra da Babi, mas sem sucesso. No entanto, a premissa desse livro chamou tanto a minha atenção que eu resolvi arriscar: comprei meu e-book e devorei o livro em poucos dias.

O livro nos conta a história de Nicole, uma bailarina que sempre sonhou e batalhou para ter seu esforço reconhecido e conseguir um papel de destaque na Companhia de Ballet de Londres. Quando seu sonho estava prestes a se tornar realidade, a vida de Nicole se cruzou com a de Daniel Hunt, um maestro muito misterioso e cheio de charme. Aos poucos os dois criam uma relação de amor e ódio, daquelas no estilo entre tapas e beijos (só que sem tapas, que isso fique claro). Daniel carrega consigo um segredo muito íntimo e por conta disso o humor dele oscila de 8 à 80, o que acaba deixando Nicole com inúmeras dúvidas a respeito do rapaz (eu também fiquei com várias dúvidas, hahaha)

Foi impossível não me apaixonar pelo Daniel. A autora conseguiu colocar nele tudo o que eu admiro e gosto de encontrar nos personagens dos livros (salvo algumas características particulares dele que eu não aprovo muito, mas tudo foi explicado no decorrer da obra). Enquanto Daniel me encantou, me irritou em alguns momentos, pois ela agia de forma imatura.

Eu me encantei pelo livro, e gostei absurdamente de tudo o que eu encontrei nessa obra. Tudo se encaixou de uma forma tão bacana; Senhorita Aurora é um livro jovem, sexy, maduro e diferente de tudo o que eu já li… Me faltam palavras para descrever quão único ele foi em minha vida. Gostei bastante de como a autora soube lidar com um tema que ainda é visto como tabu nos dias de hoje; ela criou uma narrativa natural , muito informativa e apresentando fatos reais a respeito desse assunto.

O livro também conta com uma playlist magnifica! Temos muitas referências a várias músicas, mas principalmente a I want hold your hand dos Beatles (nem preciso dizer o quanto eu amei essa referência, né não?!). O livro tem muita dança, muita música e muito amor!

Esse livro é incrível! Eu não conseguia parar de lê-lo e a cada novo capítulo eu já começava a imaginar uma possível adaptação cinematográfica dessa história. A autora me emocionou, me encantou e me divertiu do início ao fim do livro – e ele acabou entrando para a minha lista de livros favoritos.

(In)felizmente o livro não está mais disponível no site da Amazon… Mas isso aconteceu porque a autora fechou um contrato com uma editora e o livro tem previsão de publicação para 2018. E é claro que eu vou adquirir meu exemplar assim que o mesmo for lançado!


  • Editora: Publicação Independente
  • ISBN: B01LXD67OT
  • Autor(es): Babi A. Sette
  • Páginas: 454 páginas
  • Ano: 2016
  • Adicione no Skoob