Eu li: Nimona

Em 11.11.2017   Arquivado em Livros, Resenhas

Oi, gente! Tudo bem com vocês?!

Hoje eu estou aqui para falar de mais um livro que eu li nas minhas férias: o Nimona. Aliás, a realização dessa leitura acabou sendo uma experiência muito prazerosa, porque eu acabei saindo da minha zona de conforto e me aventurei em uma Graphic Novel.

O livro foi lançado no Brasil em 2016 pela Editora Intrínseca, e como eu estava em busca de uma leitura mais rápida, eu acabei o escolhendo. Além disso, na época em que o livro foi publicado, eu só li elogios a respeito da obra.

Nessa divertida e emocionante história podemos conhecer Nimona, uma menina muito misteriosa e que decide trabalhar com o grande vilão Lorde Ballister Coração-Negro. Mas para a surpresa de Coração-Negro, Nimona não é uma garota qualquer: ela é uma metamorfa – ou seja, consegue se transformar em diferentes seres.

Então, juntos, Nimona e Coração-Negro, tem como objetivo enfrentar o herói Sir Ambrosius Ouropelvis e derrubar a Instituiçãe, porque não, governar o reino. Ao longo da história podemos descobrir um pouco mais a respeito da história de Nimona e de Coração-Negro, e também os motivos que os levaram a se tornarem vilões.

Eu me diverti e me emocionei bastante durante essa leitura. A obra aborda temas interessantes, mas eu gostei de ver a amizade sendo tão valorizada entre os personagens. Confesso que o personagem que eu mais gostei foi Coraçã-Negro, mas também me identifiquei em algumas situações com a Nimona – principalmente porque ela é extremamente decidida e não tem medo de dizer o que pensa.

Num primeiro momento eu senti um pouco de dificuldade de me envolver com a obra, porque não é um estilo que estou acostuma. Mas os traços e a escrita de Noelle Stevenson foram me conquistando e quando percebi, já estava nas últimas páginas do livro.

Nimona é a indicação perfeita para quem gosta de aventuras, personagens interessantes, grandes emoções e reviravoltas.


 

  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580579024
  • Autor(es): Noelle Stevenson
  • Páginas: 272 páginas
  • Ano: 2016
  • Avaliação: 4,5/5
  • Adicione no Skoob

SELO_BLOGSPARCEIROS_2016

Saudade: É preciso sentir

Em 13.09.2017   Arquivado em Fica a dica, Livros

Bom dia, sonhadores! Como vocês estão?! 

Outro dia eu vi no twitter da Beatriz (blog Prateleira Colorida) um tweet a respeito de um projeto lá no cartase: o Saudade. Depois de dar uma olhadinha nos detalhes desse projeto, eu não resisti e acabei dando o meu apoio. E meu coração ficou tão quentinho com a proposta do Saudade, que eu resolvi falar um pouco sobre ele aqui no blog.

Saudade é uma história sobre uma família que encontra um cervo perdido e desenvolve uma relação afetiva com o animal.

Enquanto estavam indo acampar, um pai e seus dois filhos encontram um cervo machucado, caído na beira da estrada. Eles o levam para casa e cuidam dele, fazendo com que se torne mais um membro na família.

A avó das crianças chega e não gosta da ideia de viverem junto a um animal selvagem. A família entra em conflito e a história se intensifica quando seus traumas com um luto recente se confrontam com o desejo do cervo de encontrar seu lugar novamente na floresta.

Inspirada em histórias como “Bambi”, “Up – Altas aventuras” e “Pax”, de Sara Pennypacker, “Saudade” fala sobre como as pessoas e pets passam pela nossa vida e deixam marcas que poucas vezes enxergamos.

A equipe do projeto mandou super bem nos desenhos e nas criações: o livro será no formato de grapich novel e contará com ilustrações maravilhosas (só de olhar a campanha no cartase.me dá pra ter uma noção do capricho e amor envolvidos).

Outra coisa que me deixou muito interessada em ajudar esse projeto foi saber que parte da renda arrecadada na venda de cada livro será utilizada para cobrir os custos de animais maltratados.

Os apoios vão de R$ 30,00 (opção já esgotada) até R$ 400,00. E as lista de recompensas prometidas é muito fofa: livros impressos, marcadores, nome nos agradecimentos, poster do livro e até um curso de aquarela para iniciantes.

Não vejo a hora de ter meu exemplar em mãos e já prevejo muitas lágrimas!

Para apoiar essa campanha é só clicar aqui. Mas se eu fosse você ia correndo lá pro site, porque o prazo final é no dia 10/10.

Beijos e até mais!

Scroll Up