Rindo de nervousa

Em 07.08.2017   Arquivado em Pessoal

Eu sempre sofro quando preciso fazer alguma prova. Por mais que eu manje do assunto, eu sempre vou ficar sofrendo. Isso aconteceu durante a minha vida inteira: escola, vestibular, faculdade, processo de habilitação e agora no curso de inglês.

Acredito que o maior “problema” é que eu me cobro demais. Eu sempre quero dar o meu melhor, mas na maioria das vezes eu acabo ficando tão nervousa que eu me confundo toda e esqueço, nos 45 do segundo tempo, tudo o que eu estudei.

Com meus 24 anos, acho que eu já deveria ter aprendido a controlar meu nervosismo. Mas eu não consigo. Geralmente eu fico sofrendo uma semana antes da maldita prova e continuo sofrendo até o momento em que eu recebo o bendito resultado. E, caso ele não tenha atingido minhas expectativas, eu sigo sofrendo e me lamentando de todas as maneiras possíveis e imagináveis. Eu realmente alopro todo mundo ao meu redor, porque eu fico inconformada de ter errado o óbvio. {então aproveito esse desabafo pra pedir desculpas pro pessoal, hehe <3}. 

E por que eu estou escrevendo tudo isso?! Porque no sábado eu fiz a minha primeira prova de inglês e eu estou sofrendo pra caramba. Eu consigo lembrar das questões E TAMBÉM CONSIGO LEMBRAR NITIDAMENTE O QUE EU ERREI POR NERVOSISMO!! Acho que cêis conseguiram entender o tamanho da minha desgraça, né não?!

Apesar de eu ter consciência de que essa foi só a primeira prova do curso de inglês e também de saber que não é vergonha nenhuma ir mal (principalmente porque eu nunca tinha feito inglês na vida e comecei do zero), eu ainda fico com essa sensação de que poderia ter me esforçado mais.

Se eu já sei o resultado da prova?! Ainda não. Tô no aguardo da ligação do pessoal da escola (e sofrendo cada vez que meu celular toca). Mas é aquele negócio: eu puxei minha avó e sou expert em sofrer por antecedência. Enquanto o resultado não vem, eu sigo o baile (com a gastrite atacadíssima, sem conseguir dormir muito bem durante a noite e com a consciência de que essa foi só a primeira prova de muitas que ainda virão).

cruj cruj cruj, tchau!

Imagens: [1], [2], [3] e [4]

Scroll Up