Procurei em Sonhos

Procurei em Sonhos

Correio dos Sonhos
Sorteio Independência Literária
Projeto de Leitura

Meu amor,

talvez quando leia isso, já estarei longe. Perdoe-me pela falta de coragem de dizer tudo isso olhando em seus olhos cor-de-mel e observando você fazer sua cara de 'não entendi' sorrindo depois. Sei que sou fraca, que sempre caio em seus jogos, sempre cedo, sempre sofro e sempre estou em suas mãos. Eu te disse uma vez que seria para sempre,mais eu já não tenho forças para continuar. Você está sugando tudo de bom que eu posso oferecer à alguém e por mais que eu sofra agora, eu preciso seguir minha vida. Guardarei tudo, tudo o que passamos juntos em minhas memórias e principalmente em meu coração, onde é o seu lugar e de onde você não sairá. Saiba que eu te amo com todas as minhas forças, mas se não botarmos um ponto final neste momento, não sei onde tudo isso vai parar. Você será para sempre o meu grande e único amor. Não sei me despedir, entretanto acho que isso não é exatamente uma despedida. Eu voltarei, eu te juro e seremos muito felizes. Mas é preciso que eu tenha um momento para que eu consiga pensar se é certo tudo isso que estou fazendo.

Pra sempre serei tua.

Beijos de quem te ama.

Mais um sobre o amor da minha vida
Para o menino dos olhos cor de mel
Sensível demais

Ela.

Quem sabe ela não é igual a todas as outras. Talvez ela só queira um pouco de carinho, atenção. Não pena! Apenas um amor sincero. Ela não precisa de alguém que a iluda com palavras bonitas e sentimentos fingidos. Ela somente quer alguém real, alguém a quem ela possa se entregar de corpo e alma. Somente um único ser humano capaz de faze-la feliz, sorrir, mostrar como ela realmente é. Essa história de final feliz realmente não existe, e ela não estará disposta sempre esperando seu principie (des)encantado.
Mais um sobre o amor da minha vida
Para o menino dos olhos cor de mel
Sensível demais

E se um dia você se apaixonasse pelo seu melhor amigo?(…)

Eram seis e quinze da manhã,e o rádio despertador de Becca tocava pela quinta vez seguida.Ela estava atrasada como sempre,mas depois de muito sacrifício levantou,escovou os dentes,se arrumou e foi para escola.O dia estava lindo,perfeito para um dia no clube ou coisa do gênero.Porém,Becca andava meio entristecida nos últimos tempos,pois estava gostando do seu melhor amigo,André.Como era muito tímida e não tinha muitos amigos,preferiu guardar aquilo consigo,tentando sempre disfarçar quando surgia algum sinal.Mais naquele dia tudo iria mudar.
Ao chegar na escola,Becca encontrou Dedé(uma forma carinhosa pela qual chamava seu amigo) e foi logo o abraçando.Ele abraçou-a diferente dos outros dias,e ela logo deixou um sorriso escapar,mas logo se conteve e foram para sala de aula falando sobre as fofocas do fim de semana prorrogado.Estavam na mesma turma de literatura na qual seria a primeira aula do dia.O professor tinha uma cara estranha,parecia um peixe ou algo do tipo.André sempre fazia Becca rir ao falar que ele havia saido dos contos da Pequena Sereia ,para atormentar a vida dos alunos daquela pequena escola.
A aula estava quase acabando,quando Dedé mandou um bilhete para Becca; "me encontre em dez minutos atrás do ginásio,preciso falar algo muito sério com você".
Como era meio que um costume eles se encontrarem lá para jogar conversa fora,Becca respondeu "ok".
A aula acabou e em dez minutos os dois estavam lá.
– E ae Dedé,qual é o problema agora? – perguntou Becca,curiosa para saber o que acontecia com seu amor.
– Eu acho que você gosta de mim Becca!- aquilo foi um choque tremendo.Ele disse tudo,sem mais nem menos.Curto e grosso.
– Como você pode achar uma coisa dessas ?! – questionou,tentando fugir da realidade.
– Pelo jeito que você me olha,como você fala comigo e como sinto seu coração bater quando te abraço.
– Já falamos sobre isso um dia bebê,e eu já disse que te gosto como um amigo.
– Mas e se eu falar que eu também tô gostando de você Bê,você vai me contar a verdade?
Ela já estava sem palavras,aquilo havia chego de surpresa,não havia muita coisa a se fazer.E se existiu uma oportunidade para ela abrir o coração,foi aquela.
– É,talvez eu goste de você também – respondeu com um frio na barriga,apostando todas as cartas.
– Hm,você quer ficar comigo? – pediu André.
– Você tá brincando comigo né? – falou Becca,se contendo para não pular de alegria.
– Claro que não,bobinha.Eu sei que você quer tanto quanto eu.E eu já não aguento mais esse negócio de ter que fingir que a gente não se gosta.
E ele a beijou.Foi o melhor beijo de suas vidas.Depois vieram outros.Mais e mais.Eles começaram a namorar algum tempo depois e continuaram até pelo menos o terceiro ano do colegial.Enfim,eles terminaram.Não por falta de amor,nem por discussões ou coisa do tipo.Terminaram pois cada um precisava seguir sua vida mas sabiam que independente do que acontecesse,ele seria sempre o homem dela,e ela a mulher dele.Eles só precisavam dessa certeza.
Ps: eu sei que isso tá um lixo,mais eu tentei hehe.
Pauta para Once upon a time
3° lugar da 12ª edição
Mais um sobre o amor da minha vida
Para o menino dos olhos cor de mel
Sensível demais
Página 181 de 185
«1 ...177178179180181182183184185... 185››