Posts arquivados em Mês: dezembro 2011

31 dez, 2011

E se pensar, a gente já queria tudo isso desde o inicio.

— Mas você o ama? – perguntou olhando para baixo.

— Amor? Amor é um sentimento muito forte…

— Eu perguntei se é isso o que você sente por ele.

— Não. Eu só gosto e desgosto, todos os dias. Se fosse amor, eu ainda estaria chorando em todos os cantos, ou em canto algum, procurando pelos pedaços de mim, que deixei por aí, em cada esquina que cruzamos.

11 dez, 2011

Ser.

Todos dizem que ela é aprendiz de escritora, dona dos versos, sonhadora de histórias… Espalham que ela brinca com as palavras, encanta nas estrofes, faz rima com os sentimentos. Observam como é tudo tão vivido, tão sincero, tão poético, tão único. E de tão clichê que mostra ser, torna-se tão ela, tão menina-moça, que teve o coração quebrado, que faz drama em quaisquer três linhas, e mesmo assim sorri.