InLivros, Resenhas

[Resenha] – O teste

O teste é o primeiro livro de uma trilogia distópica, que está fazendo grande sucesso entre os fãs desse gênero. Decidi ler essa obra por indicação de vários blogueiros e afirmo que não me arrependi. Pelo contrário, encontrei um livro fantástico e incrivelmente real.

Por conta de inúmeras destruições causadas pelas guerras, o Planeta está devastado e a Comunidade das Nações Unificadas se tornou a responsável pela “organização” das colônias e melhorias para que mais lugares pudessem servir de moradia para as pessoas. Além disso, a Comunidade também é a responsável pelo Teste, o processo que define quem é capaz – ou não – de ingressar na faculdade e se tornar um bom líder.

Através da perspectiva de Malencia (ou Cia), podemos acompanhar sua formatura numa espécie de ‘ensino médio’ e como funciona o processo para entrar na faculdade. Moradora da Colônia Cinco Lagos, nossa protagonista sempre levou uma vida humilde, recheada de amor e carinho de seus pais e irmãos. Mas tudo muda em sua vida quando é escolhida para participar do Teste.

Decidida a não desistir, Cia acaba descobrindo segredos sobre sua família, sua Colônia e até mesmo sobre o Teste em si. Diferente do conselho que recebeu antes de partir, a garota acaba criando certa afinidade com seus “concorrentes”, principalmente com Tomas – um dos escolhidos de Cinco Lagos.

Durante o período que estão em Tosu City para a realização dos testes, tudo se torna mais complicado e difícil. Como o objetivo das provas é que os candidatos se superem e que novos líderes sejam encontrados, tudo é muito cruel e em alguns momentos, desesperadamente desumanos. A partir do momento em que a etapa final do Teste chega, os participantes precisam superar seus limites e dificilmente é possível diferenciar amigos de inimigos – isso é o que mais espanta.

A autora soube deixar o mistério no ar em praticamente todo o período do Teste, e eu realmente quero saber mais sobre os companheiros de Cia e o que de fato aconteceu em alguns momentos. Espero que no próximo livro mais detalhes sobe os Sete Estágios da Guerra sejam revelados, uma vez que a obra acabou de uma maneira surpreendente, deixando aquele gostinho de “quero mais”.

Há quem diga que existem semelhanças da trilogia com demais livros nesse mesmo estilo, mas como não li nenhum livro assim – apenas assisti aos filmes – não posso apontar referências. No entanto, esse tipo de comentário é de se esperar, uma vez que livros que abordam esse tipo de tema acabam tendo alguma coisa em comum.

Editora: Única

ISBN: 9788567028231

Autor(es): Joelle Charbonneau

Páginas: 320 páginas

Ano: 2014

Skoob | Orelha de Livro

* Livro cedido para resenha pela Editora.

12

You may also like

12 Comments

  • Amanda Almeida

    Oi Cássia, tudo bem?
    Eu tenho vontade de ler esse livro, mas depois de uma ressaca causada por uma distopia, eu preferi dar um tempo pra esse gênero. Enfim, a dica está anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://amanda-almeida.com.br

    março 26, 2015 at 2:34 pm Reply
  • Jéssica Peixoto

    Oi Cássia, como vai?
    Estou louca de vontade de ler essa trilogia! Quase comprei o box certa vez no Submarino, mas depois descobri que era edição econômica e desisti, hehe.
    Pelos acontecimentos me lembrou um pouquinho Jogos Vorazes, essa coisa de ter que destruir os concorrentes, vencer desafios e dela fazer amizade com o cara da comunidade dela. Mas de maneira geral, é bem diferente!
    Aliás, muitas distopias acabam usando dessa mesma fórmula, até Divergente, então nao dá mesmo pra ter uma noção se é realmente parecida ou não, hehe.

    Um abraço,
    winterbird.com.br

    março 26, 2015 at 3:04 pm Reply
  • Glaucia

    Oi Cássia, tenho visto críticas positivas em relação a essa série, então pretendo ler algum dia. A história lembra um pouco divergente mas só lendo mesmo para saber né. Gostei de saber que a autora soube deixar o mistério no ar.
    Parabéns pela resenha!

    Bjs, Glaucia.
    http://www.maisquelivros.com

    março 27, 2015 at 4:39 pm Reply
  • Amanda Chieregatti

    Oi, Cássia, tudo bem?
    Assim como você, recebi várias indicações desse livro e só li comentários suuuuuper positivos sobre ele na blogosfera.
    Concordo com você quando diz que livros do gênero tendem a ter algo em comum… como não ter, né?! Ainda assim, estou cada vez mais curiosa em relação a esse livro.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    março 28, 2015 at 4:21 pm Reply
  • Alice Aguiar

    uma vez que essa distopia aborda alguns lances parecidos n é de se estranhar mesmo que pareça com outras leituras e apesar de n ter lido jogos vorazes me lembra um pouco.
    não sei se leria a história, mas não deixa de ser interessante.
    Seguindo o Coelho Branco

    março 29, 2015 at 12:41 am Reply
  • Ju

    Amei esse livro!!! Cruel e desumano são palavras que realmente descrevem bem o teste, mas não tem como a gente parar de ler, é muito viciante! Sim, dizem que tem semelhanças com outras distopias. Eu, particularmente, discordo. Achei o enredo bem original.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    março 29, 2015 at 1:00 am Reply
  • Cila - Leitora Voraz

    Oi Cássia, sua linda, tudo bem?
    Estou com o último livro da trilogia para ler, não estou me aguentando de tanta curiosidade. Que bom que também gostou, esse primeiro livro me causou um baque muito grande. Foi o primeiro liro de distopia que eu li e foi tão frio, tão cruel, que fiquei me sentindo muito mal, cheguei até a sonhar com o livro.Nunca li nada parecido. Achei o segundo livro melhor ainda, tomara que goste também.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    março 29, 2015 at 1:33 pm Reply
  • Denise Valente

    Oiiii
    Eu quero muito ler essa trilogia, só vejo elogios sobre ela.
    Adoro livros distópicos e acho que vou gostar bastante desse também!
    Espero ler em breve.

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    março 30, 2015 at 7:54 pm Reply
  • Ana Karolyne Oliveira

    Olá, Cássia!
    Eu amo o gênero de distopias, esse com certeza está na minha lista de leitura. Faz muito tempo que uma série não me vicia, então estou sentindo falta disso rs
    Eu sempre fiquei particularmente interessada em como seria o final desse livro, porque eu não consigo imaginar nenhum final satisfatório. A sinopse me lembra um pouco Jogos Vorazes, mas como não li ainda O Teste não vou fazer muitas comparações.
    Parabéns pela resenha!

    Luz e literatura!
    Beijos

    https://cantaremverso.wordpress.com/2015/03/23/cinema-cinquenta-tons-de-cinza/

    março 30, 2015 at 9:46 pm Reply
  • Jaqueline Silva

    Oi, Cássia!
    Eu tenho esse livro aqui, inda não o li. Mas estou doida pra ler, falam muito bem dele.
    E pelo que você disse ele com certeza deve lembrar um pouco do ambiente de Jogos Vorazes.
    Se for, quero ainda mais ler, pois eu amei JV.

    Beijinhos
    Jaque – Meus Livros, Meu Mundo.

    março 31, 2015 at 9:40 pm Reply
  • Diana Canaverde

    Oi Cássia… eu como uma viciada em distopia posso te falar que sim… o enredo proposto pós apocalíptico é semelhante nos livros distópicos, mas eles param por ai… essa é a minha visão… cada livro tem a sua história e contexto… eu sou louca para ler esse livro… já tenho ele aqui e quero lê-lo em abril… porque se não vou enlouquecer… tenho aquela sensação que só eu ainda não li kkkk ainda mais falando em distopias… adorei a sua resenha… e a visão do que achou que bom que gostou…. esse gostinho de quero mais respingou em mim… Xero!

    abril 1, 2015 at 1:49 am Reply
  • Mayla Henrique

    Oi Cássia,

    Bom como uma fã de Distopia, eu não posso perder esse livro, acho a capa dele muito lindo, e tenho até um folheto falando sobre o livro o que me deixa mais curiosa, bom se eu for inciar a leitura acho que tenho que ter logo o segundo volume em mãos, pra acabar logo com o gostinho de quero mais.

    Mayla

    abril 2, 2015 at 10:51 am Reply
  • Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.