Categoria "Filmes e Séries"

4 motivos para assistir A star is born

Em 16.10.2018   Arquivado em Filmes e Séries, Mídias, Música

Oi, gente! Tudo bem com vocês?!

No dia 12/10 eu fui assistir o filme “Nasce uma estrela” (A star is born) no cinema e simplesmente adorei toda a produção. Diferente do que muitos estão pensando, A star is born não é um filme sobre a vida da Lady Gaga; e sim uma história sobre Ally, uma garota que canta e compõe canções, e que quando menos espera conhece Jackson, um grande astro do rock.

Decidi montar esse post com 4 motivos para assistir A star is born, porque eu não queria fazer um post/resenha sobre a produção, e também porque eu acho esse tipo de post (em lista) mais a minha cara >< Espero que vocês gostem!

1- Lady Gaga

Eu amo uma mulher e essa mulher se chama Stefani Joanne Angelina Germanotta. Já tem algum tempo que eu acompanho (ou tento acompanhar) a carreira da Gaga, e ver ela atuando como protagonista desse filme me fez sentir muito orgulho dela. Aliás, principalmente porque depois de ter assistido ao documentário Gaga: Five Foot Two (Netflix), eu comecei a ter outra perspectiva dela. Ainda não assisti o episódio de American Horror Story, mas depois de ver a atuação dela em A star is born, com certeza irei assistir esse episódio. Mas voltando, eu vi muito da Gaga em Ally, principalmente porque Ally é uma artista completa <3 E isso me tocou e me emocionou demais <3

2 – Estréia de Bradley Cooper como diretor

Eu não fazia ideia de que o Cooper, além de atuar, também era o diretor do filme. Eu já assisti vários filmes onde ele atua, mas adorei saber que ele teve um papel extremamente importante nessa obra. Apesar de A star is born ser uma refilmagem, acho que ele se permitiu criar e explorar pontos da história para que tudo ficasse mais real e intenso. Não tenho do que reclamar, e ele atuando e cantando!!! como Jackson Maine também foi um show a parte.

3 – Trilha sonora

Eu já ouvi a trilha sonora de A star is born umas mil vezes – e a minha música preferida é Always remember us this way. Antes de assistir ao filme a única música que eu tinha escutado foi Shallow (que também adorei), e optei por não ouvir as demais música para não “estragar a surpresa”. E posso dizer que tomei a decisão certa. Ouvir cada estrofe durante o filme tornou a experiência muito melhor. E já que estamos falando de música, uma coisa muito interessante que eu descobri foi que a Lady Gaga optou por gravar as cenas de música AO VIVO, porque ela não queria simplesmente fazer playback!! E, além disso, também temos uma mãozinha dela em parte das letras escritas exclusivamente para o filme.

Mas se alguém quiser e/ou tiver curiosidade em escutar a trilha sonora, o álbum completo já está disponível no Spotify. (alerta de possível spoiler!!)


Caso a playlist não apereça, você pode acessar o álbum por aqui.

4 – Emocionante do inicio ao fim

Apesar de ser a terceira ou quarta vez que A star is born foi regravado, eu não conhecia nadinha a respeito desse filme, então tudo foi uma grande novidade para mim. As superações, dificuldades e confrontos (internos e externos) que os personagens vivenciam são emocionantes. O drama vivido por Jackson Maine e Ally é muito real, e achei muito interessante como tudo foi se encaixando na história. Eu me acabei de chorar em mais de uma cena e A star is born se tornou um dos meus filmes preferidos dessa vida!

Ah, outro ponto interessante na produção foi a fotografia, principalmente durante os shows onde era possível ter uma boa visão da platéia e palco – e isso foi um diferencial e tanto.

Alguém aqui já assistiu o filme?! Contem para mim nos comentários! ​E para quem ainda for assistir, não esqueça dos lencinhos :p

Beijão e até o próximo post!

Dois filmes que todo mundo deveria assistir

Em 23.02.2018   Arquivado em Filmes e Séries, Mídias

Bom dia, sonhadores! Tudo certo com vocês?! <3

Hoje eu finalmente vou publicar um post sobre filmes. Fazia um tempinho que eu não falava disso aqui no blog, mas esse mês eu assisti duas produções tão incríveis que ficou difícil não falar sobre eles.

O primeiro filme que assisti foi A forma da Água. E cá entre nós: esse filme é demais!! Eu me encantei logo nas primeiras cenas e me envolvi de uma maneira indescritível com a história e com os personagens. O filme nos conta a história de Elisa, uma mulher independente e que trabalha numa espécie de laboratório. Lá, ela acaba conhecendo a Forma, e é muito interessante a maneira como as coisas fluem a partir desse momento. Tudo é muito singelo, emotivo, encantador… e “cruel”. A história se passa nos anos 60, então podemos perceber muitas referências a respeito da sociedade e conflitos políticos – afinal, o filme se passa no período da Guerra Fria.

Uma coisa muito interessante nesse filme é que a protagonista, Elisa, é muda. Mas isso não é um empecilho para a personagem, afinal, ela cativa o publico com suas mensagens, simpatia e carisma. Ela é demais!!

Além de todas as mensagens contidas no filme e das metáforas, o que mais me encantou foi a trilha sonora e a fotografia das cenas. Meu deus, eu realmente fiquei encantada com tudo. A forma da Água é um filme espetacular (em todos os sentidos) <3

Agora falando um pouco sobre Pantera Negra, o que eu posso dizer é: esse foi o melhor filme da Marvel que eu já vi. Eu gostei bastante porque é um filme mais maduro e emocionante. Eu particularmente gosto de filmes com mais história do que lutas (apesar disso, eu sempre assisto a maioria dos filmes de heróis), então esse foi um grande ponto positivo dessa produção. O filme contém cenas de lutas, mas não é aquela coisa maçante e entediante. Tudo é ligado de uma maneira muito interessante e o amadurecimento do Princípe T’Challa é visível durante todo o decorrer do filme.

Outro ponto positivo do Pantera Negra é que o filme também contém inúmeras referências a situação atual em que estamos vivendo, além de muitas críticas a respeito do preconceito racial. Aliás, os motivos que levaram o vilão a ser como ele é são aceitáveis e reais. Isso, o filme é real. Apesar de ser um filme sobre heróis, Pantera Negra também é um filme que fala sobre a nossa realidade de diversas maneiras. E, em vários pontos, dá um tapa na cara da sociedade.

E o que, para mim, os dois filmes tem em comum?! Eles falam sobre as diferenças e nos dão grandes choques de realidade. 

Alguém por aqui já assistiu algum desses filmes?! Contem para mim nos comentários!

Beijos e até mais <3

Imagens:  | 

O filme de cada signo

Em 07.12.2017   Arquivado em Filmes e Séries, Mídias

Muitas pessoas têm curiosidades sobre as características referentes aos signos e quando elas batem com suas personalidades então, cria-se uma ligação extraordinária. A astrologia é um assunto sério e existem vários profissionais dedicados a ele. Mas o que vamos criar aqui é uma listinha com prováveis personagens que tem características que lembram alguns signos. Vamos à lista?

Áries: Clube da Luta

Os arianos são muitas vezes tomados como pessoas ácidas e que gostam de ganhar em tudo, sendo o centro da atenção. Mas como todo signo do zodíaco, ele tem um lado positivo, que no caso deste filme é a energia e o entusiasmo que em arianos são imbatíveis.

Touro: Bonequinha de Luxo

Impossível citar Bonequinha de Luxo sem lembrar de sua personagem icônica, a corajosa Holly Golightly, uma garota que sonha em viver seus sonhos intensamente. Mas que também mantém os dois pés no chão. Os taurinos, guiados pela ambição, são capazes de equilibrar suas emoções.

Gêmeos: Divertida Mente

Os geminianos lutam para atingir seus objetivos, mas muitas vezes não conseguem lidar com as emoções. Também atraem energias tanto boas quanto más para seu lado. O filme Divertidamente é um bom exemplo disto, já que essa profusão de emoções pode deixar qualquer um confuso.

Câncer: Her

Se há um filme que traz de fato uma personalidade canceriana é Her. O personagem Theodore é um eterno solitário que tem dificuldades de relacionamentos. O que ele faz? Desenvolve um amor puro e sincero por um programa de computador que age como sua namorada. Não há nada mais solitário, emocional ou desesperador do que isso.

Leão: O Diabo Veste Prada

Leoninos gostam de reinar em tudo o que fazem. Eles se sentem os reis do pedaço e de fato conseguem mesmo. São geralmente sofisticados e cientes de sua presença magnética.  Um filme que lembra bastante esse tipo de perfil é O Diabo veste Prada, com suas duas personagens principais trazendo traços nítidos deste signo. Miranda Priestly, personagem de Meryl Strepp, foi inspirada na atual editora-chefe da versão norte-americana da revista Vogue, Anna Wintour.

Virgem: Sherlock Holmes

O virginiano é uma pessoa organizada, e que mesmo em momentos de tensão ainda consegue manter pelo menos a pose de dignidade intacta. Ele demonstra calma, paciência e essas características fazem dele um excelente observador. Sherlock Holmes, por ser metódico é um belo exemplo deste signo.

Libra: Click

Conviva com um libriano e perceba que ele pode mudar de opinião diversas vezes em pouco tempo. Não que ele não tenha personalidade, mas são tantas opções que se torna difícil escolher uma tão rápido não é? Michael Newman de Click descobre que pode mudar aspectos de sua vida através de um controle remoto. Creio que todo libriano adoraria ter um desses.

Escorpião: 50 Tons de Cinza

Os escorpianos são por essência sensuais mas muitas vezes seu lado calculista faz com que sejam consideradas manipuladoras. Christian Grey de 50 Tons de Cinza é um belo exemplo. Um homem misterioso que é capaz de formular um contrato para manipular sexualmente sua parceira.

Sagitário: Nos Embalos de Sábado à Noite

Ah os sagitarianos. Pessoas bem expansivas, que amam uma festa, gostam de estar rodeadas de pessoas, amam a liberdade e que gostam de estar sempre em locais alegres. Lembro-me imediatamente de Nos Embalos de Sábado à Noite e seu  personagem Tony Manero com sua inesquecível dança.

Capricórnio: Fome de Poder

Dizem que os capricornianos são pessoas frias e calculistas, e que muitas vezes conseguem esconder esses traços através de atitudes calmas. Outra característica forte é o foco que tem no trabalho e a ambição, o que nos faz lembrar do filme Fome do Poder, que mostra a ascensão do fundador da maior rede de lanchonetes do mundo: a McDonald’s.

Aquário: Jumper

Os aquarianos geralmente são bastante criativos e tem ideias fantásticas. Com sua inteligência consegue conquistar muitos ao seu redor. Um filme que traz um personagem que lembra bastante essas característica é o David Rice de Jumper. Ele tem uma visão futurista e traz sempre ideias inovadoras, vivendo totalmente fora do cotidiano.

Peixes: Alice no País das Maravilhas

O pisciano talvez seja o signo mais zombado de todo o zodíaco. Isso porque geralmente eles são sonhadores e acreditam mais facilmente em tudo o que dizem. Mas isso faz também com que sejam extremamente amados e faça amizades facilmente, como a nossa querida Alice do País das Maravilhas.

Esse post é colaborativo e foi escrito por Ana Luiza Barbosa, estudante de Jornalismo da Mackenzie (SP), redatora e que costuma escrever para alguns blogs. A Ana me procurou pedindo para que cedesse um espaço no Procurei em Sonhos para que ela pudesse publicar um texto e alimentar seu portfólio. Desejo muito sucesso para a Ana em sua carreira e espero que vocês tenham gostado do artigo que ela escreveu.

{Fonte da imagem de destaque: Invertista}

Filmes preferidos que eu assistia em VHS

Em 12.10.2017   Arquivado em Filmes e Séries, Mídias,

Ajuste agora as cores e o som do seu equipamento

{meu coração já ficou feliz só de lembrar dessa vinheta}

Oi, gente! Tudo certinho com vocês?!

Bom, não sei se todo mundo aqui sabe, mas eu tenho 24 anos. E o que eu quero dizer com isso?! Quero dizer que eu cresci assistindo fitas cassetes. Sim, eu frequentei as locadoras por muitos e muitos anos. Por conta disso, eu e meu irmão nos tornamos donos (?!) de uma coleção muito especial de fitas. E aproveitando que hoje é o dia das crianças eu vou falar um pouquinho sobre alguns filmes preferidos que eu assistia em VHS.

Meu amigo Totoro

Amo, amo e amo esse filme. Ele é um dos meus preferidos da vida <3 (e a fita era dos meus primos, então eu nunca tive um Totoro pra chamar de meu). “Meu amigo Totoro” (ou “vizinho”) é um clássico do studio Ghibli. O desenho nos conta a história das irmãs Satsuki e Mei, que se mudam para uma casa nova e acabam conhecendo criaturas mágicas. E também preciso mencionar que em Totoro temos o famoso Catbus <3 Esse filme é muito incrível e todo mundo deveria assistir.

(mais…)

Um filme que vai te emocionar (e te fazer chorar muito)

Em 20.07.2017   Arquivado em Filmes e Séries

Oi, pessoal! Como vocês estão?!

Quem me conhece sabe que eu sou uma chorona de carteirinha, principalmente quando estou assistindo algum filme ou lendo algum livro. E é claro que minha experiência ao assistir Lion: Uma jornada para casa não poderia ter sido diferente.

Eu decidi assistir esse filme por indicação do Pablo (hahaha, que novidade, num é mesmo?!). Eu sou muito desligada no quesito Oscar, então eu nem dei muita bola quando ouvi dizer que ele tinha sido indicado (e vem cá, eu nem sei se ele ganhou alguma coisa). Mas voltando ao que interessa: o Pablo tinha assistido com a família dele e fez a seguinte profecia “amor, assiste esse filme porque você vai chorar muito”. Pronto. Ele conseguiu plantar a sementinha da curiosidade em mim.

Então aproveitei que não estava fazendo nada no domingo, e convenci minha mãe e a minha avó a assistirem o filme comigo “Olha só… Nem sabia que já estava na Netflix! O Pablo me disse que esse filme é muito bom”. E foi ba-ta-ta! Elas também quiseram assistir.

Lion: Uma jornada para casa é baseado em uma história real (epa, me arrepio toda só de lembrar da trama), e conta a história de um indiano chamado Saroo, que se perdeu do irmão em uma estação de trem. Depois disso, Saroo passa por tantas coisas perdido em Calcutá, até que finalmente um casal australiano o adota. Muitos anos depois, com o avanço da tecnologia e lembranças do seu passado, Saroo decide que está na hora de ir em busca da sua história.

Gente, eu queria abraçar o ator que fez o pequeno Saroo (primeira parte do filme) toda hora. Que menino talentoso!! Eu sofri e sorri com ele. A Nicole Kidman também me surpreendeu bastante: de uma maneira excepcional ela dividiu com os telespectadores as experiências da adoção e os altos e baixos de ser mãe.

No final das contas eu fiquei muito emocionada com o desenrolar da história (eu não tinha dúvidas de que isso iria acontecer). Foi um chororô danado lá em casa!

Pra vocês terem ideia de como esse filme é maravilhoso, vou deixar o trailer aqui embaixo:

A dica de ouro da tia Cá de hoje é: assistam esse filme. Ele é emoção pura. É amor. É cultura. É choque de realidade. É drama. E é paz… É impossível não se emocionar e se envolver com essa história.

Alguém aqui já assistiu?!

Beijos e até mais 

{Fontes das imagens: [1], [2], [3] e [4]}

Página 1 de 412... 4»