Sorteio – O Selo de Bartholomeu

Em 05.11.2018   Arquivado em Sorteios e Promoções

Bom dia, sonhadores! Tudo bem com vocês?!

Que tal começar o mês de Novembro com o sorteio de um livro?! Dessa vez o livro sorteado será O Selo de Bartholomeu, do autor Fabrício Freitas. Para participar é necessário preencher o formulário abaixo e cruzar os dedos – mas não esqueça de ler as regras e considerações com atenção ^^

a Rafflecopter giveaway

Regras e considerações:

  • Será apenas um ganhador;
  • O prêmio será um exemplar do livro “O Selo de Bartholomeu”;
  • O livro cedido para o sorteio está autografado e com dedicatória no meu nome;
  • A única entrada obrigatória é a validação de participação no sorteio;
  • O sorteio vai de 05/11/2018 até 25/11/2018 e o resultado será divulgado até o dia 30/11/2018;
  • O sorteio será realizado pelo aplicativo Rafflecopter;
  • Não serão aceitos perfis utilizados unicamente com fins promocionais;
  • É obrigatório ter endereço de entrega no Brasil;
  • O vencedor terá o prazo de 72 horas para responder o e-mail com os dados necessários para o envio dos prêmios;
  • O blog Procurei em Sonhos e o autor Fabrício Freitas não se responsabilizam por extravio, danos nos pacotes ou endereço de entrega inválido;
  • Em caso de dúvidas, entrar em contato através do e-mail cvannucchi@procurei-em-sonhos.com

Beijão, boa semana e boa sorte pra todo mundo <3

Eu li: Tarsia #1 – O Reino de Harmonia

Em 13.06.2018   Arquivado em Livros, Resenhas

Eu gosto bastante de conhecer histórias novas, principalmente quando elas foram escritas por algum escritor brasileiro. É muito gratificante saber que a nossa literatura está ganhando o destaque merecido nas prateleiras dos leitores. E isso deixa o meu coração quentinho <3 Então, quando a autora Sherla M. Silva me falou sobre seu livro, Tarsia – o reino de harmonia, eu fiquei curiosíssima para lê-lo.

O livro nos conta a história de quatro amigos: Raja, Aisha, Risa e Liam; Cada um possuí uma personalidade muito diferente, mas eles sempre foram muito unidos. Até que um certo dia coisas estranhas começam a acontecer e cada um dos amigos acaba encontrando um colar de acordo com seu elemento (Terra, Fogo, Ar e Água) e personalidade. A partir desse momento, muitas coisas começam a mudar na vida dos personagens, afinal, eles são transportados para um lugar novo e diferente: o reino de Tarsia.

Em Tarsia, tudo é mágico, e encantador, mas infelizmente um grupo de vilões tomou posse dos reinos. O lugar é dividido em quatro reinos: Jaya, Ignis, Aqua e Are; Com a ajuda da Ser Supremo, os os quatro amigos precisam enfrentar seus medos e lutar pela paz e harmonia em Tarsia.

O livro é recheado de aventuras do início ao fim. E gostei bastante das características de cada personagem, e também das descrições dos lugares e seres diferentes de Tarsia. O valor da amizade é algo que a autora trabalhou bastante em sua obra, e também gostei bastante disso.

Outra característica que eu gostei bastante nessa obra, foi o fato de que o narrador conversa com o leitor. Ele faz comentários interessantes a respeito do que está acontecendo durante o livro, e eu tinha a sensação de que alguém estava me contando uma história a respeito de Tarsia. Eu sei que isso parece meio louco, mas é sensacional.

Eu realizei a leitura da obra pelo aplicativo Kindle no meu celular, ou seja, não posso falar sobre a parte gráfica do livro. Mas a obra foi publicada em formato físico pela Editora Arwen, e também é possível conhecer um pouco mais a respeito da obra diretamente no site da autora.

Se você está em busca de uma obra com muitas aventuras, risadas, que fala sobre amizade e que ensina grandes valores, Tarsia é a pedida certa! Não vejo a hora de ler os demais livros da série.


Eu li: O corvo negro (Trilogia das plumas #1)

Em 01.03.2018   Arquivado em Livros, Resenhas

O corvo negro

O corvo negro é o primeiro livro da Trilogia das Plumas, do autor Lucas de Lucca. O livro nos conta a história de Ukel, um garoto que cresceu no mundo dos crimes e se tornou um ladrão muito famoso. Ao lado de Farem e Merienir, os três acabaram conquistando o respeito dos cidadãos de Gor. Ukel é o perfeito anti-herói e não mede esforços para conseguir o que quer. Em alguns momentos eu fiquei chocada com as atitudes dele, mas como o próprio autor disse “o protagonista não passa de um egoísta sem redenção.”.

Eu fiquei bem curiosa para saber mais a respeito de Ukel (ou Ponto), porque esse primeiro livro foi uma espécie de introdução para os demais livros da trilogia. Digo isso porque senti que alguns pontos ficaram soltos dentro da obra, eu fiquei esperando algumas explicações (por exemplo: as armas mágicas), mas espero que nos próximos livros eu encontre as minhas respostas.

(mais…)