Categoria:

Parceria

[Resenha] – As quatro portas do tesouro: O resgate de Althea

Arquivado em Livros, Resenhas
- junho 15, 2017

» Esse post pode conter spoiler do primeiro livro da série. Leia a resenha de O amuleto de Aloni.

Depois de um final emocionante em O amuleto de Aloni, Marcelo, Júlio e Daniel retomaram suas rotinas, mas algo neles dizia que a Mata de Anatema ainda guardava muitos segredos. Após um incidente, os meninos retornam para a Mata numa missão para resgatar Althea, a mulher desaparecida de Seth.

A situação que eles encontram dentro da porta escolhida é assustadora. Daniel, Marcelo e Júlio são “transportados” para uma cidade dominada pelo pode da chefe de estado Átira, que transformou tudo em um terrível caos. A cidade também é divida em classes de acordo com a raça de cada morador. Por conta dessa situação, os meninos são feitos de escravos e acabam conhecendo Zoia.

Por confiarem nas pessoas erradas, Júlio, Marcelo, Daniel e Zoia acabam se metendo em grandes problemas e em aventuras memoráveis. Durante essas situações, fica bastante claro que as ideias mais absurdas podem dar certo.

Uma personagem que merece destaque é a Zoia. Adorei conhecê-la e saber que ela também esteve presente nas aventuras dos meus velhos amigos. Gostei de ver uma presença feminina no meio de tantas aventuras.

Infelizmente eu senti que alguns acontecimentos do livro foram muito rápidos e que algumas situações foram resolvidas com muita facilidade; eu acabei sentindo falta de um pouco da magia que encontrei em O amuleto de Aloni. Mas isso não me fez desgostar da obra, mas o que eu realmente queria era passar mais tempo ao lado de Júlio, Marcelo, Daniel e Zoia.

A edição de O resgate de Althea está diferente do primeiro livro. As folhas são amareladas, e a qualidade do livro como um todo está excelente. E. Samuel novamente me conquistou com a sua escrita tão cativante e estou ansiosa para conferir o próximo livro da série.

O resgate de Althea é um livro para todas as idades! Recheado de aventuras, através dele podemos conhecer novas culturas (dentro do contexto da obra) e também é possível identificar inúmeras referencias mitológicas. E é claro, a ideia de que uma amizade verdadeira pode superar os piores desafios continua presente nesse livro, assim como no primeiro.

Agradeço a querida E. Samuel por ter me enviado esse livro e por compartilhar comigo esse mundo tão único e mágico.


  • Editora: Publicação Independente
  • ISBN: 9781540559852
  • Autor(es): E. Samuel
  • Páginas: 203 páginas
  • Ano: 2016
  • Avaliação: 3,5/5
  • Adicione no Skoob

Um amor chamado Body Art 10

Arquivado em Fica a dica, Wishlist
- abril 24, 2017

Oi, sonhadores! Tudo certo com vocês?! Espero que sim! ☺

Recentemente eu recebi em minha casa uma caixinha super fofa da loja Body Art 10. Eu já estava ansiosa para receber meu pacote e dividir minhas impressões com vocês!

Eu fiquei bem impressionada com a delicadeza e qualidade da Body Art: tudo veio muito bem embalado e meus produtos vieram embrulhados como se fossem presentes (sorry, esqueci de fotografar porque eu queria abrir logo o pacote).

Além da caneca de Grey’s, eu também recebi uma surpresa que eu amei (e muito): um porta canetas personalizado com a logo do Procurei em Sonhos. Sério, eu fiquei extremamente feliz e vou levar esse mimo lá pro meu trabalho

O mais legal da Body Art é que além dos modelos de canecas prontos, também é possível personalizar canecas e deixar tudo do jeitinho que você sempre sonhou. É ou não é um amor?!

E é claro que eu também fiquei babando por outros modelos de canecas – porque sim, eu sou #aloka das canecas, hahaha 😝

[1] [2] [3] [4] [5]

Não dá vontade de correr pro site e comprar tudo?! 😝😍

Agradeço imensamente ao pessoal da Body Art 10 pelo envio dos produtos e por todo carinho que tiveram comigo na troca de e-mails. Sério, não deixem de conhecer essa lojinha tão maravilhosa!

A Body Art 10 foi fundada com o objetivo de atender pessoas que adoram canecas e presentes criativos, que valorizam a sensação de ser feliz e valorizam a vida.
Eles tem como objetivo levar os melhores produtos criativos para você e para quem você mais ama com muita criatividade e cuidado em cada detalhe!

🖥 Facebook | Instagram | Loja

Beijinhos e até mais!

 

[Resenha] – A história esquecida da hospedaria na estrada

Arquivado em Livros, Resenhas
- novembro 15, 2016

dsc_1113

Narrado sob a perspectiva de Chronos (o senhor do tempo), o livro nos conta a história de uma hospedaria muito diferente e interessante: a S’mentry Manor. E é onde o viajante Mathew Roberts se hospeda quando está indo visitar o irmão. Mas ele nem desconfia que o lugar onde está é cercado de magia e mistérios.

Ao chegar na hospedaria, Mathew se encanta com a beleza de Linumê (dona da hospedaria) e durante o decorrer da história, ele se apaixona mais e mais por essa personagem tão misteriosa. Além de Mathew, a hospedaria também é o lar de pessoas um tanto quanto diferentes, principalmente porque cada uma parece estar em uma época diferente. Enquanto Linumê faz o impossível para manter seus segredos trancados à sete chaves, Mathew faz de tudo para conquistá-la, e Chronos acaba tendo inúmeras crises de ciúmes. Vale ressaltar que o senhor do tempo e Linumê possuem uma ligação muito interessante e intrigante.

O tempo em si é algo que merece um grande destaque nessa obra. O livro faz passagens em vários momentos diferentes e também brinca com as decisões dos personagens. Tudo na hospedaria tem uma explicação e aos poucos tudo é revelado ao leitor e também ao Mathew. Mas às vezes a curiosidade pode ter um preço muito caro, e nem tudo pode ser como sonhamos. – Essa é uma grande lição dessa obra.

Para realizar a leitura desse livro, esqueça tudo o que você acredita ser certo ou errado, tudo sobre o amor, sobre desamores e sobre o universo das fadas. Sério, eu fico arrepiada só de lembrar de todos os elementos e referências que encontrei durante a leitura dessa obra. Foi uma experiência única, assustadora e reconfortante ao mesmo tempo.

A história esquecida da hospedaria na estrada foi uma grande surpresa para mim. Eu estava com receio de não me envolver tanto com a trama, mas felizmente eu estava errada. Em alguns momentos eu também me encantei com Linumê (é impossível não se apaixonar por ela) e desejei me hospedar nesse lugar tão diferente (mesmo sabendo que estar lá não seria algo tão bom).

Não posso deixar de agradecer a autora pelo exemplar enviado em cortesia ao blog. Eu adorei a história do inicio ao fim… era praticamente impossível largar o meu exemplar. Como a própria autora disse em seu site oficial, A história esquecida da hospedaria na estrada não é exatamente um livro de terror, mas sim um conto de fadas sombrio. Ela nos presenteou com uma história bem estruturada e sem pontas soltas.

A diagramação do livro é simples, mas isso não foi algo negativo… Eu estava tão concentrada na história e em seu enredo que eu não conseguia reparar em mais nada. A revisão da Chiado Editora não deixou a desejar.

Não consigo pensar em pontos negativos nessa obra. Ela é magnífica do início ao fim. C. A. Saltoris se inspirou na música Hotel California da banda Eagles e não deixou a desejar. Esse é o tipo de livro que vale uma releitura!

►► O que você está esperando para adquirir seu exemplar de A história esquecida da hospedaria na estrada?! Garanto que não vai se arrepender! Para mais informações é só acessar o site da autora.


  •  Editora: Chiado Editora
  • ISBN: 9789895122585
  • Autor(es): C. A. Saltoris
  • Páginas: 320 páginas
  • Ano: 2014
  • Adicione no Skoob

*Livro cedido para resenha pela autora