Textos

you were the best part of my life:my last regret!

Escrevi poemas, versos, frases. Respondi cartas, mensagens, recados, dos quais nunca tiveram o direito de ter uma resposta. Revivi momentos, lembranças, tardes de domingo de mãos dadas no parque. Disquei seu número um milhão de vezes, mas sempre desligava ao dar o primeiro toque. Esperei por horas e mais horas ao lado do telefone, na esperança de que você retornasse alguma das ligações, e, quando isso acontecia, não o atendia, por medo de sentir-me fraca, mais uma vez, ao escutar tua voz. Folheei meus cadernos rabiscados em busca de um consolo. Vi nossos nomes escritos lado a lado, vi tua assinatura naquele nosso desenho que fizeste quando comemoramos seis meses. Senti as promessas quebradas, as juras de amor voando pela janela, sem um sentido, uma explicação. Vi-te ao meu lado, enquanto revirava os albúns de fotos, com uma xícara de café nas mãos. Li meu diário, aquele velho diário que me acolheu sorridente na época em que só de ver teu sorriso eu ganhava o meu dia, e aquele mesmo que chorou comigo, todas as lágrimas (des)merecidas desde a sua partida… Já não te espero mais como em todas as noites de outono.

Posts relacionados

10 comentários

  • Reply
    Bill Falcão
    maio 25, 2010 at 7:31 am

    Quanto amor, quanto romance, quantos sonhos… Cassinha, quando eu crescer, você casa comigo?
    Deixo com você todos os meus sonhos. Ficarão em um bom coração.
    Bjooossss!!!

  • Reply
    Mariana Andrade.
    maio 25, 2010 at 1:58 pm

    é, amor mesmo.
    deve ter muito aí dentro, não?

  • Reply
    Rafael Cotrim
    maio 25, 2010 at 3:15 pm

    Se nada te agrada espero que o meu elogio à teu texto sirva…

    Texto simples, e intenso. Real.
    Vívido.

    🙂

    Beijos linda,

    Melhoras…

  • Reply
    Ariane Figueira
    maio 25, 2010 at 7:19 pm

    Reviver tardes, versos, tudo aquilo que te lembro os dois juntos :*
    Bom saber que vai voltar a postar com mais frequência. E sobre as coisas que vs ainda não tem corajem de escrever ainda, primeiro se acalme com elas, dps se refugie nas palavras !
    Bjs.

  • Reply
    Ariane Figueira
    maio 25, 2010 at 7:21 pm

    AH, TEM SELINHO PRA VS LÁ NO BLOG.

  • Reply
    Lua
    maio 25, 2010 at 9:26 pm

    Parece que tudo que olhamos lembra a pessoa né :/

  • Reply
    Mariana Lopes
    maio 25, 2010 at 9:46 pm

    Achei o texto lindo *-*
    Ahhh, me mudei faz pouco tempo e demorei um tempinho pra me acostumar rs a correria em bem normal, passa logo.
    Bjs

  • Reply
    Jeniffer Yara
    maio 25, 2010 at 9:58 pm

    Quando estamos amando alguém,não percebemos na verdade se aquilo tá certo ou não,é como se ficássemos cegos!Só depois de viver a tal decepção percebemos os erros cometidos! –'

    Ahh mudança sempre é bom!*.* Sabe queria me mudar daonde estou morando agora,rs'

    Bjs!

  • Reply
    deh ramos
    maio 26, 2010 at 11:09 pm

    Me lembrou um filme. No fim, quando ela cansa de esperar.. ele volta!

    Notícia boa numa quarta nublada. Volta logoo, Cah *-*

  • Reply
    Deni Maciel
    maio 27, 2010 at 3:29 pm

    quanto menos queremos
    mais a conspiração energética estratosferica nos emppurra a nao esquecermos.
    enfim
    em qualquer idioma o amor é complicado =/

    vou ficando por aqui.
    ótima quinta
    e o blasil já está na áfiguica…
    a..blasil gumo ao héguissa..
    góbinho…
    nilmag…
    luis fabguianu…
    aaah blasil vamu
    abraçooo
    e desculpe os erros..é que eu tenho teclado pleso

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.