Textos

Tirar você de mim

A madrugada já invadiu minha casa. Rolei de um lado para o outro na cama, com a esperança de ter uma noite de sono normal – a primeira após muito tempo. Tentativa em vão. Não é a primeira vez que isso acontece, já estou quase me acostumando com essa rotina monótona, com esse ser morto-vivo que me tornei. As poucas vezes em que durmo, é com você que eu sonho, e isso tem acabado comigo. Parece que de alguma forma você suga minhas energias, leva pra longe minha alegria, minha vontade de seguir em frente, me deixa fraca, confusa, sozinha. Mas ao mesmo tempo, você é meu equilíbrio, minha razão, o meu desejo de final feliz.

Eu só não sei quanto tempo mais vou suportar essa maldita distância, essa insaciável vontade de ter você perto de mim, e de mais uma vez sentir seus dedos entrelaçando os meus. Só não demore muito, eu não pretendo sentar e te esperar para sempre.

Posts relacionados

12 comentários

  • Reply
    **Brunah Isabelle =)
    janeiro 10, 2011 at 12:03 pm

    Oie porfavor, vota no OF A TEENAGER, na enquete desse blog aki http://deliriusteenager.blogspot.com/, para eu ser destaque do mês. Conto com vc. Obg

  • Reply
    Marie
    janeiro 10, 2011 at 2:32 pm

    eu me sinto assim também

  • Reply
    Rodolpho Padovani
    janeiro 11, 2011 at 5:21 am

    Pra sempre é muito tempo, um tempo que ninguém pode esperar… a vida tem que continuar, certo?

    Bjs =)

  • Reply
    Beatriz Lopes
    janeiro 11, 2011 at 4:30 pm

    Viva por você. Não sei se precisas de conselho, mas é o melhor que eu posso lhe dar! Só vivendo sua vida, se pondo no ponto mais alto de suas prioriadades é que você poderá viver com alguém. Devemos procurar o que nos preenche em nós mesmos, e não em outra pessoa. Não existe esse negocio de metade da laranja já que todo mundo, pra mim, é uma laranja inteira. Se vai formar uma laranjada… ah isso só Deus sabe! Melhoras Cassia 😉

  • Reply
    Marcos de Sousa
    janeiro 11, 2011 at 9:44 pm

    Infelizmente algumas esperas não merecem ser vividas. Chega uma hora que temos que levantar os olhos e continuar.

    Beijos

  • Reply
    Natália
    janeiro 12, 2011 at 11:01 am

    Na verdade tu nem pretende esperar, muito menos sentar. Beijo

  • Reply
    Rafael Cotrim
    janeiro 14, 2011 at 1:02 pm

    Eu detesto esperar.

    Não sei como fazer isso.

    Realmente não…!

  • Reply
    deh ramos
    janeiro 14, 2011 at 3:24 pm

    E a saudade que bate é tão ruim.. Eu sofro de distancias e de saudade D:

  • Reply
    Alice
    janeiro 15, 2011 at 11:52 pm

    O amor pode ser um vicio,sei bem como é !
    Houve uma época que so conseguia dormir a base de tranquilizantes senão era madrugada em claro ou,sonhos inacabados !

  • Reply
    Gabriela Orlandin
    janeiro 23, 2011 at 1:02 pm

    É um texto um pouco triste, mas que no fundo mostra uma narradora forte e determinada pelo fato de ela não esperar pra sempre. Pra sempre é muito tempo 😉

    Ótimo texto!

  • Reply
    Beatriz Lopes
    janeiro 27, 2011 at 10:58 am

    O pra sempre é demais pra jogarmos essa espera, nas costas de outra pessoa. Beijos :*

  • Reply
    gabriela marques.
    janeiro 28, 2011 at 1:51 pm

    Leve, doce, porém triste. Para quem lê: amável.

Deixe uma resposta para gabriela marques. Cancelar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.