InTextos

Sobre o fim – III

Então me deixei levar pelo seu jeito, por seus gestos. Quando dei por mim, já estava envolvida pelo seu corpo, e sua voz rouca já dominava qualquer pensamento que eu pudesse ter. Desejei, mais do que nunca, que aquele tão de todas, fosse apenas tão meu… Conseguiu me convencer de que meu abraço era o melhor que você já havia sentido e que eu ficava linda sem óculos. Eu tive certeza de que era você quem eu queria. Quis gritar, pra quem quisesse ouvir, que era EU e meu. Senti-me segura, te senti sempre por perto, e me senti completa, quando você sussurrou que esperaria o tempo que fosse, que aguentaria meus ‘nãos’. E eu queria que fosse você. Esperava pelos seus telefonemas todas as tardes e gostava de passar horas deitada ao seu lado, olhando dentro dos seus olhos.

Talvez seu jeito frio fosse a maneira mais fácil de me dizer e tentar fazer com que eu me conformasse que havia se acabado. Quis fugir, desejei nunca ter te conhecido, desejei poder dormir novamente nos seus braços. Ou pelo resto da vida. Mas meu desejo de ter você era maior do que tudo. Porque, cá entre nós, se eu tivesse um terço de tudo o que eu peço pra Deus todas as noites antes de dormir, eu estaria ao seu lado agora, conversando sobre qualquer coisa, discutindo sobre o que comer, rindo de qualquer piada sem graça… Mas você estaria comigo.

8

You may also like

8 Comments

  • ƸӁƷBeautiful Butterfly WomanƸӁƷ

    Ahhh!!!como eu tb.queria estar com o meu amor…ameiii!!amo ler…seu cantinho tb. me faz um bem danado…beijos doces!!

    junho 9, 2011 at 5:20 am Reply
  • Mariana Andrade.

    e parece mesmo que tá tudo dando muito certo, que é impossivel ficar ruim, que é impossivel acabar, que aquilo é pra ser e pronto, não tem nada que possa interferir. aí a gente olha pra trás, vÊ tudo isso passar e tudo o que a gente passou horas, dias, até meses sonhando e desejando ir embora. é foda.

    junho 9, 2011 at 9:39 pm Reply
  • Gabriela F

    me vi ai, nestas tuas sofridas linhas…saudades daqueles dias é um sentimento terrivel não é? Sei bem como dói querer alguém que não se pode ter.

    junho 9, 2011 at 10:54 pm Reply
  • Railma R. Medeiros!

    Eu me li. O desejado que passar a ser nosso, o trecho em que ele menciona que ela fica mais bela sem óculos… Meu Deus, como consegue isso? Me descreveu, é a minha história, com certeza! Parabéns garota, parabéns. Me cativou mesmo, estou te seguindo.

    Me visite se puder e siga se gostar. Um beijo.

    http://railmamedeiros.blogspot.com/

    junho 10, 2011 at 1:31 am Reply
  • Railma R. Medeiros!

    Ah, não achei a caixinha de seguidores. :/

    junho 10, 2011 at 1:32 am Reply
  • nati

    Me deixei levar por tantas pessoas, coisas, momentos e sentimentos que hoje não saio do lugar, estou aqui e assim desde 2008. Beijo

    junho 10, 2011 at 2:06 am Reply
  • Maria Beatriz de Castro

    Como diria Ana Carolina: Tudo passa e eu ainda ando em pensando em você… Amar é tão triste e sufocante como odiar. To seguindo! Um beijo.

    http://biacentrismo.blogspot.com – @immabeea

    junho 11, 2011 at 12:23 am Reply
  • Débora Costa ;

    http://rienpersonnel.blogspot.com/

    Indica?

    junho 13, 2011 at 3:29 am Reply
  • Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.