Livros Resenhas

[Resenha] Dançando Sobre Cacos de Vidro

Skoob | Orelha de Livro

 Titulo: Dançando Sobre Cacos de Vidro

 Titulo original: Dancing on Broken Glass
 Autor(a): Ka Hancock
 Tradução: Regina Lyra
 Páginas: 336
 Ano: 2013
 Editora: Editora Arqueiro

 Sinopse: Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.

Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.

Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.

Quando a Arqueiro informou os lançamentos de Setembro, não fazia ideia de qual livro solicitar. Com a ajuda da Ju (LiteRata), decidi que leria Dançando Sobre Cacos de Vidro. E foi uma das melhores escolhas que fiz esse ano.

Em Dançando Sobre Cacos de Vidro somos apresentados ao casal Lucy e Mickey. Ambos possuem suas dificuldades, porém nunca desistiram do amor que sentiam um pelo outro. Lucy perdeu o pai quando tinha 5 anos, e a mãe morreu de câncer quando a garota tinha apenas 17. Ou seja, sua família apresentava casos de câncer, o que preocupava Lucy e suas duas irmãs: Priscilla e Lily. Mickey sofre de transtorno bipolar (doença que matou sua mãe), e viveu toda sua vida lutando contra (e a favor) de suas diversas personalidades. No entanto, quando conheceu Lucy, Mickey descobriu nela um porto seguro.

Quando completam 11 anos de casados, Lucy descobre que está grávida. Porém, o que mais intriga o casal é que, anos antes, quando Lucy esteve com câncer e levando em consideração os transtornos de Mickey, foi decidido que eles não teriam filhos, fazendo com que ela optasse por uma cirurgia. Mas o embrião conseguiu chegar até o útero, um milagre estaria acontecendo ali.

Então começa um dilema na vida do casal: Eles não poderiam ter filhos porquê: a) Mickey não saberia como reagir; b) Lily, a irmã de Lucy, havia perdido um filho, e foi combinado que nenhuma das três irmãs engravidaria e c) Lucy tinha medo que seu câncer voltasse. E infelizmente foi isso o que aconteceu. Durante uma consulta rotineira, Lucy descobre que está com câncer de mama.

Por conta disso, Mickey (além dos médicos, amigos e da família), decidem que o melhor a ser feito para salvar a vida de Lucy, é que ela aborte a criança. Porém, no momento em que Lucy está no consultório para fazer o aborto, ela sente a presença da morte, já que desde criança elas conseguem “conversar”. Desesperada, Lucy decide que terá a criança, mesmo que o preço a pagar fosse caro.

E a partir desse momento, o livro segue um rumo impressionante. É triste e ao mesmo tempo feliz, acompanhar a batalha de Lucy contra seu câncer, e foi maravilhoso saber que ela não desistiu de sua (tão sonhada) filha. Encarar os surtos de Mickey também é envolvente, porque um ajuda o outro, eles realmente dançam sobre cacos de vidro. O amor deles é maravilhoso.  Sem falar que as irmãs de Lucy (apesar de algumas desavenças) e os amigos que tornaram-se a família delas após a morte de seus pais, sempre estiveram “ajudando” o casal, nos bons e maus momentos.

Esse livro é realmente espetacular. Uma ótima lição de vida, que me fez chorar muito e mais um pouco. Às vezes precisamos ler algum livro que trate de assuntos desse tipo, pra gente parar e pensar: poxa, existem pessoas em situações piores que a minha e eu só reclamo de tudo. Foi uma história emocionante, do inicio ao fim. O livro me prendeu de uma maneira que eu não conseguia parar de lê-lo. E o final é impressionante.

PS: Estou com muita vontade de chorar, apenas de lembrar toda a trajetória do casal. Ka Hancock fez um ótimo trabalho.

• Quotes

 

“Alguma coisa no jeito como nossas línguas dançaram e nossos dentes se chocaram pareceu quase familiar. Era delicioso e não seria eu que daria um fim àquilo.” – Página 30

” – Mickey, eu realmente acredito que todo mundo deveria ser importante para alguma outra pessoa neste raio de planeta a ponto de valer a pena lutar por ela. Isso vale para mim também. E ninguém está lutando por mim. Eu desisto.” – Página 91

“Seu sorriso é meu arco-íris; seu riso, meu lar; seu toque, meu paraíso…” – Página 124

Posts relacionados

18 comentários

  • Reply
    Igor Thiago
    outubro 14, 2013 at 12:42 am

    Oi Cá, posso de chamar de Cá? Tudo bem? Eu simplesmente acho o trabalho da capa divinissímo, gostei da cor e da menina, criança sempre chama atenção não é? Tenho receio em ler esse livro, eu sei que vou amar, tudo que envolve um tiquinho de doença, me faz morrer de chorar e amar. Acho que vou ler em breve!

    Beijo do gordo,
    http://www.setecoisas.com

  • Reply
    Letícia Valle
    outubro 14, 2013 at 12:43 am

    Parabéns, Cássia! Já li duas resenhas desse livro, e os quotes que você escolheu… Só posso dizer que estou lendo cada resenha mais linda que a outra! As frases foram maravilhosas! Realmente, todos nós precisamos aprender a agradecer pelo que temos e superar as dificuldades. Adorei! Beijos

    Letícia Valle
    Litteratura Mundi

  • Reply
    Alice Aguiar
    outubro 14, 2013 at 1:57 am

    fiquei feliz com a resenha pois eu estava super curiosa para ler alguma depois q vi a capa *–*
    to apaixonada pela capa desse livro!
    Seguindo o Coelho Branco

  • Reply
    Erika Marinho
    outubro 14, 2013 at 11:16 am

    A capa é linda e depois de ler sua resenha fiquei com muita vontade de ler o livro.

    http://infinitoparticulardoslivros.blogspot.com.br/

  • Reply
    Jéssica Lopes
    outubro 14, 2013 at 4:22 pm

    Olá!
    Nossa, adoro livros que são lições de vida. Com certeza nos fazem mudar e enxergar muitas coisas de uma forma diferente. Livros que abordam o cancer em especial para mim. Já perdi gente importante com essa doença 🙁
    Me interesei bastante, parece uma história linda de superação.

    beijos
    Jéssica
    http://www.bestherapy.net/

  • Reply
    Samuel Henrique
    outubro 14, 2013 at 4:26 pm

    Depois que vi essa capa eu já fiquei com vontade de ler, e a resenha me deixou mais curioso ainda haha. Parabéns!

    Meu blog: http://blogliterariopalavrasaovento.blogspot.com.br

  • Reply
    INconvencional | Ingrid N. Magalhães
    outubro 14, 2013 at 4:46 pm

    Parece ser muito bom, quero muito lê-lo! E a resenha ficou muito boa!

    Beijos, INconvencional!

  • Reply
    beth
    outubro 14, 2013 at 7:44 pm

    Achei a história emocionante e muito triste. Que batalha é essa doença. Tem que ter muita força e fé pra não desistir. Adorei ler seus comentários a respeito do livro e não nego que estou muito curiosa pra saber qual o final dela.

  • Reply
    Caroline Centeno
    outubro 14, 2013 at 11:20 pm

    Owwn….Que livro mais lindo *-*
    Fiquei super interessada ao ler a sinopse, sabia que era triste e agora fiquei meio estranha porque estou naqueles dias ,assim quero ver mais romance.Mas quero ler esse livro e seus quotes foram tão apaixonantes que eu quero muito….*-*
    Ótima resenha.
    http://romances-para-te-fazer-feliz.blogspot.com.br/

  • Reply
    Mª Fernanda Probst
    outubro 15, 2013 at 2:32 am

    Gente, esse livro parece ser muito amor ♥

    http://www.fernandaprobst.com.br

  • Reply
    Leitora Forever
    outubro 15, 2013 at 7:56 pm

    Já li esse Livros duas vezes! Amo Demais!

  • Reply
    Thaynara Koti
    outubro 16, 2013 at 1:59 pm

    Ainda não li, mas parece ser muito interessante esse livro
    Adorei a capa .
    Beijos, Thaynara
    http://livroscombolinhos.blogspot.com/

  • Reply
    Caline
    outubro 17, 2013 at 1:39 am

    Oi Cassia espero que final impressionante signifique um final bonita porque depois de tudo que você disse que eles passaram, não mereciam menos do que isso. Foi o lançamento da Arqueiro que mais chamou minha atenção.

    Beijos
    Caline
    http://mundo-de-papel1.blogspot.com.br

  • Reply
    Ronaldo Gomes
    outubro 17, 2013 at 6:35 pm

    Oi Cassia! 🙂
    Nossa, que legal saber que esse livro é tão maravilhoso quanto imaginei! O título e a capa e a sinopse são super legais, e isso por si só já me faziam querer ler o livro. Mas bem, sua resenha conseguiu atiçar ainda mais minha curiosidade.
    Acho que isso que você falou – de ler livros e enxergarmos o quanto nossos problemas são pequenos – é algo muito (muito!) bom.
    Eu – definitivamente – quero ler esse livro *.*

    Abs
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

  • Reply
    Francine Porfirio
    outubro 24, 2013 at 1:51 pm

    Quando li sobre este livro na ocasião do lançamento, não senti vontade de conhecê-lo. Pensei: esse é o tipo de livro que o autor tem como objetivo apenas fazer os leitores chorarem. Será uma narrativa repleta de sofrimento, um dramalhão, sem sentido? Essa é a primeira resenha sobre ele que leio. E, poxa, sendo sua… como não sentir vontade de conferir a obra?! (rs) Isso é maldade com seus leitores, flor.
    Enfim, a luta contra o câncer ou qualquer outra doença sempre nos faz amar e odiar os autores. Sinto-me tensa quando leio algo desse estilo, pensando se o protagonista ou outro personagem morrerá. Começo a leitura sem querer me vincular, mas ao mesmo tempo sentindo a dor narrada como minha. (rs)
    Enfim, esse conflito interno é algo natural com esse tipo de leitura. Acho que minha primeira reação (negativa) com a obra foi mais por isso do que por realmente achá-la dramaticamente sem sentido (rs).
    Então, sim. Acabo de adicioná-la entre meus desejados. Haha.
    Ótima resenha.

    Beijo carinhoso!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

  • Reply
    Yasmim Namen
    outubro 25, 2013 at 3:45 am

    Cá, apenas uma pequena frase que eu não gosto é "parar pra ler livros assim, ver a desgraça alheia, descobrir que a vida da pessoa é bem pior que a minha". Acho que cada um tem seu jeito de pensar na vida e a dor que a situação tá te dando, sabe? Acho que você tem como relevar meu devaneio aqui pelo momento "punk" que tá rolando aqui em casa. kkkkkkk
    Eu acho e espero que toda essa luta da personagem tenha dado um futuro bom, porque eu gosto de chorar com o livro(raramente não choro kkkkk), apenas não suporto finais trágicos e acho que o casal conseguiu superar vivos, unidos e com uma filha linda. *-*
    ahhh.. me ignora, eu tô quase não enviando o comentário. ;x

  • Reply
    Jessica Lisboa
    outubro 26, 2013 at 4:54 pm

    No momento estou evitando esse tipo de genero, mas vou colocar na minha lista pois tenho certeza que futuramente vou lembrar desse livro e querer lelo!

    xx

  • Reply
    DudinhaH
    outubro 30, 2013 at 12:20 pm

    Nossa, que lindo! Tantas dificuldades, quanta força de vontade; quanta vontade de vencer, e pelos motivos certos. ^.^
    Lembrei do filme Uma Lição de Amor, com Cameron Diaz… Lindíssimo!
    Parece um belo livro. Emocionante e didático. Lembro que quando li Querido John gostei muito de aprender um pouco mais sobre altismo e dislexia.
    Vi esse livro no sorteio de cortesias do skoob, me encantei com essa capa e participei do sorteio sem nem mesmo ler a sinopse. Não ganhei, a propósito, porém a curiosidade permaneceu e acabou de ser ampliada pela resenha. ^.^

Deixe uma resposta para Mª Fernanda Probst Cancelar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.