Textos

Será que foi saudade?! (…)

Terça feira, 13 de abril de 2010.
    Hoje acordei com uma insaciável vontade de ganhar um dos seus abraços. Abri os olhos com imenso desejo de sentir seus lábios junto dos meus. Pensei em mil frases de amor para lhe dizer tudo o que está preso aqui dentro. Revivi cada um dos nossos momentos juntos em meus mais profundos e insanos pensamentos. Sorri quando tive vontade de chorar. Quase chorei, quando a saudade apertou demais. Ouvi nossa trilha sonora milhões de vezes, e pude sentir você ao meu lado, cantando comigo, como fazia sempre. Achei que iria despencar de tanta angustia ao lembrar de tudo o que já foi dito em momentos impróprios. Respirei fundo… Contei as horas até que pudéssemos trocar algumas palavras, mesmo não sendo como eu queria. Ignorei a voz da razão, para seguir a emoção, meu coração. Detestei teorias sobre o amor. Tive medo de fechar os olhos e sonhar com você. Tentei apagar memórias das quais eu não queria lembrar. Fui forte, quando pensei não mais aguentar. Me senti crescida, ao ponto de matar a criança que mora aqui dentro. Escutei sua voz, mesmo não estando perto de mim. Hoje, quis te ter novamente. Hoje, tive ódio de você, de mim… de nós.

Posts relacionados

13 comentários

  • Reply
    Jeniffer Yara
    abril 29, 2010 at 1:57 am

    Ah texto mara! Como sempre! Haha *-*

    Bjs!

  • Reply
    deh ramos
    abril 29, 2010 at 3:06 am

    gosto tanto de te ler, mesmo quando são palavras acinzentadas que ficam até mais bonitas quando escritas por você ^^

    bjooos

    [ ps. mãe, por que a Cáa adora me abandonar? 0.0 ]

  • Reply
    Mario Gioto
    abril 29, 2010 at 3:21 pm

    vontade de apertar! hauhauahha

  • Reply
    Vicky D.
    abril 29, 2010 at 9:02 pm

    Texto lindo, como sempre!!!
    ^-^ adoro passar aqui! ^-^

    bjão =^.^=

  • Reply
    Taynara Ambrósio
    abril 29, 2010 at 10:47 pm

    que textoo lindo . amei o seu comentário em meu blog
    jaá estou te seguindo flor.

    http://www.trueslove.blogspot.com/

  • Reply
    Lua
    abril 30, 2010 at 12:16 am

    Meu Deus Cáa!
    Você não tem noção de como isso encaixa com tudo o que aconteceu hoje comigo. É exatamente isso. Só que eu tenho ódio das lembranças, porque elas estão em TODA parte, em tudo :/

    Beiijões;*

  • Reply
    (?
    Maio 1, 2010 at 12:02 am

    "Hoje, tive ódio de você, de mim…"
    Pois é, ódio realmente é uma emoçao apaixonada na maioria das vezes.
    Adoro seus textos.
    Beijos

  • Reply
    Laís Dourado
    Maio 2, 2010 at 3:54 am

    Deu mesmo pra sentir a "evolução" dos sentimentos. Quantos e quantos dias a gente não acorda assim…!

    ;)!

  • Reply
    Beatriz Lopes
    Maio 2, 2010 at 4:27 pm

    Quando dizem que o amor é um turbilhão de emoções, não nego. É impossivel sentir ódio de você, do amado e do mundo a sua volta e ao mesmo tempo se sentir tão bem a ponto de gritar a favor da humanidade. É o amor, doce tortura.

  • Reply
    camila souza.
    Maio 2, 2010 at 10:46 pm

    pensei que ia ficar sem sentir isso por um bom tempo,mais aconteceu de novo "/

  • Reply
    Ana Bitti
    Maio 4, 2010 at 12:00 am

    Oie, texto lindo *-*
    Volte logo, viu?
    Beijos.
    http://ultravioletkiss.blogspot.com/

  • Reply
    E.Suruba
    Maio 7, 2010 at 3:29 am

    mt bom o texto, quando em aquele sentimento novo…bj!

  • Reply
    Raull gomes
    Maio 17, 2011 at 5:39 pm

    Lindo o post *–*
    http://feelingsofabot-feels.blogspot.com/

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.