Livros Resenhas

Eu li: Coração de tinta – Mundo de Tinta #1

Oi, pessoal! Tudo certo com vocês?!

Ontem eu finalizei a leitura de Coração de tinta, da autora Cornelia Funke e eu só conseguia pensar que eu precisava falar sobre essa obra com vocês.

É muito agradável quando um livro conversa com a gente e nos transporta pra dentro de suas páginas, não é mesmo?! E foi exatamente assim que eu me senti enquanto devorava a história de Meggie, Mo, Dedo Empoeirado e de tantos outros personagens incríveis. Inclusive, minha relação com essa obra foi tão intensa que durante os dias em que eu li a história, eu acabei sonhando com todo o universo criado pela Cornelia Funk, e obviamente eu também tive pesadelos com Capricórnio e Basta.

O livro nos conta a história Meggie (que, aliás, me lembrou muito a protagonista de A guerra que salvou minha vida), uma criança apaixonada por livros e pelas palavras. Seu pai, Mo, trabalha restaurando livros, então nem preciso falar que a paixão é de família, né?! Porém, Mo nunca leu livros em voz alta para a sua filha e ela nunca entendeu muito bem o motivo dessa decisão. Porém, em uma noite chuvosa a vida dos nossos protagonistas mudou bruscamente, pois eles receberam a visita de um rapaz muito misterioso, o Dedo Empoeirado. É nesse momento que a autora começa a nos revelar que Mo – ou Língua Encantada – tem o dom de tirar personagens de dentro das histórias em que lê de voz alta.

Com uma narrativa cheia de reviravoltas, vamos acompanhando a jornada de Mo, Meggie, e Elinor (uma tia distante de Meggie) para resolver toda a situação criada pelo Língua Encantada e tentar ajudar, de alguma forma, os personagens que saíram de um determinado livro que Mo leu, entre eles, Dedo Empoeirado, Basta e o grande vilão, Capricórnio.

Eu gostei muito de como a autora desenvolveu seus personagens, principalmente o Dedo Empoeirado (sério, criei uma relação de amor e ódio por esse personagem, e ainda não decidi se gostei do final que ele teve). A relação familiar entre Mo e Meggie também foi muito bem elaborada, principalmente porque a mãe de Meggie sumiu misteriosamente quando a garota tinha 3 anos e, desde então, Mo é totalmente responsável pela garota. A tia Elinor me rendeu várias risadas e compartilho com ela a paixão pelos livros e edições de colecionador.

Me faltam palavras para expressar todos os sentimentos que essa leitura me proporcionou. Fazia tempo que um livro não me prendia desse jeito e eu devorei as quase 500 páginas em poucos dias. A escrita de Cornelia Funk é bem fluida, e a tradução de Sonali Bertuol ficou excelente.

Coração de tinta é daquele tipo de livro que todo leitor deve ler. Também foi feita uma adaptação em forma de filme, mas eu ainda não tive a oportunidade de assistir. Mas estou bem curiosa para saber se os cenários, personagens e situações são como eu realmente imaginei. E bem, se não forem, não tem problema… Afinal, cada livro conversa com o leitor de um jeito

Meu exemplar estava em casa desde 2014 (se não me engano) e só agora eu realizei a leitura por livre e espontânea pressão da minha amiga Ana que gosta de roer livros. E, cá entre nós, eu li Coração de Tinta no momento certo! Eu estava precisando de uma história infanto juvenil e cheia de fantasias pra esquecer um pouco toda a situação em que estamos vivendo. E eu realmente me transportei para dentro da história e me senti completa quando finalizei a leitura. É por isso que eu amo livros, eles são os melhores amigos desse mundo!

Por ser o primeiro livro de uma trilogia, Coração de Tinta deixa algumas pontas soltas no final da obra, e aí eu já fiquei com várias teorias sobre o que posso encontrar em Sangue de tinta. E eu já estou super ansiosa para ler os demais livros da trilogia

Ps.: leiam esse livro!!! por favor ♥♥♥


  • Editora: Seguinte
  • ISBN: 9788535907728
  • Autor(es): Cornelia Funk
  • Tradução: Sonali Bertuol
  • Páginas: 456 páginas
  • Ano: 2014
  • Avaliação: 4,5/5
  • Adicione no Skoob
  • Compre na Amazon*

Posts relacionados

3 comentários

  • Reply
    Michelle Lins de Lemos
    junho 19, 2020 at 8:51 pm

    Vi seu post no Twitter agradecendo a Aninha!
    Que história encantadora!
    Se Meggie tem semelhanças com Ada de A Guerra Que Salvou Minha Vida já ganhou meu coração.
    Vou correndo no skoob

  • Reply
    Emy
    junho 25, 2020 at 1:28 pm

    Oi amiga! quanto tempo!

    Que estante linda <3 Adorei seus funkos!
    E fiquei super curiosa para conhecer a história!
    Lembro que assisti o filme na época que lançou, mas não me recordo de quase nada, rsrs

    Bjos!

  • Reply
    Alessandra Salvia
    junho 27, 2020 at 11:30 am

    Oi Cássia!
    Eu só vi o filme ‘Coração de Tinta’ e amei! Tanto que queria começar a leitura, mas acabou que caiu no esquecimento…Mas com sua resenha fiquei um pouco mais empolgada a ler, até por você falar que é fluído, um dos meus medos era ficar enrolada em mais uma série cansativa, rs.
    beeeijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

Deixe uma resposta para Alessandra Salvia Cancelar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.