Categoria "Textos"

P de Presença

Em 09.04.2013   Arquivado em Com amor, Textos

E você apareceu quando todos resolveram virar as costas para mim. Na verdade, você já estava lá, mas eu só te enxerguei naquele momento…

Foi você que me tirou da escuridão, que tirou meus novos sorrisos, que me fez sentir viva novamente. Você, com seu jeitinho de menino e um coração imenso me mostrou o lado bom da vida. E serei eternamente grata por isso.

Esperou meu tempo, aguentou meus dias ruins, esteve comigo mesmo quando eu dizia para você ir embora. Mas é certo: essa coisa de coração, de sentimento, de amor… Isso tudo é forte demais, e brincar de pique esconde com corações não faz bem… Obrigada por não ter desistido de mim, de nós.

E de repente, quando me dei conta, já era tarde demais e o cupido tinha me acertado: você me fez sentir amada, me mostrou como é deixar viver e ser levada pelo amor… Você me transformou em mulher, me fez sentir desejada e também me fez sentir desejo. Você completou cada detalhe do meu corpo. Porque você é a peça rara do meu quebra-cabeça.

Você me fez querer pensar em um futuro – um futuro ao lado teu. E não consigo imaginar qualquer outra pessoa aguentando minhas crises existenciais que não seja você.

Meu sonho é construir uma família junto de ti, ter filhos (podem ser dois, não tem problema), uma cachorra, uma casa com biblioteca e um quarto para você jogar no computador. Mas, mesmo que não seja assim, mesmo que a gente passe alguns apertos, perrengues e tenhamos quadrigêmeos logo de cara, eu quero que seja com você. Porque quando duas pessoas são prometidas, uma única coisa é certa: É pra sempre.

Eu gosto de escrever sobre você… Você é minha poesia mais linda.

Pra Sonhar

Em 04.02.2013   Arquivado em Com amor, Textos

 

Encontraram-se como sempre: com muita vontade de matar a saudade que se acumulava dia após dia. Envolveram-se em um demorado abraço, com cheiro de carinho; afeto. Ele dava beijos na testa de sua amada. Ela retribuía, fazendo-lhe cafunés atrás da nuca. O aconchego da felicidade de ambos resplandecia e incendiava o quarto que habitavam. Era algo além do desejo, além de uma simples paixão. Os dois tinham absolutamente certeza de que aquilo seria eterno, único… Mágico. Incomparável sentimento. Entregaram-se de corpo e alma. A felicidade embalava cada gesto que faziam. Uniram-se. Prometeram que estariam lado a lado, independente do que o destino aprontasse. Ele seria para sempre dela, e ela seria para todo o sempre dele.

 

P de Permanecer

Em 09.12.2012   Arquivado em Com amor, Textos

Você voltou como alguém que jamais havia partido. E não ligou pras minhas meias uma de cada modelo. Você sorriu aquele seu sorriso simples, verdadeiro. O meu sorriso favorito. E prometeu me proteger da chuva. E dormiu ao meu lado, enquanto eu brincava com a ponta da sua orelha. Acho que me apaixono por você de novo e de novo, dia após dia. Acho não: tenho certeza.

Você tem, sei lá, uma mágica que me prende em você. É como se tivesse um poder sob mim. E se eu soltar, tudo se apaga: é algo que me puxa pra você e te puxa pra mim. Não consigo imaginar minha vida sem você;

Não consigo colocar em palavras tudo o que sinto, porque é forte demais! Você é o amor da minha vida! E eu te amo!

Este lado para cima (?!)

Em 10.07.2012   Arquivado em Textos
Era a perfeita destruidora de corações.
Iludia, envolvia-se, ia embora.
Sem perceber, sem derramar uma lágrima.
Encantava, distribuía sorrisos, dizia adeus.
Era uma despedida, com ânsia de querer ficar.
Deixava-se levar por palavras, sentia-se culpada.
Habitava sentimentos vazios, mas era dona de um coração enorme.
Confusa, repleta de vontade de fazer algo, perdia as pessoas sem perceber, sem querer.
E assim ela seguia, fingindo viver, como receio de existir, ora com medo de machucar quem lhe queria bem,
ora com a alegria, de ter alguém com quem pudesse contar, em todos os momentos.

Essa era sua vida, como ladra de emoções, sempre que podia, sempre que sentia necessidade de se sentir amada.

05-31-2012

Passado o passado

Em 18.06.2012   Arquivado em Com amor, Textos

Menino,

Hoje você me fez sentir vontade de escrever e de ouvir Beatles, mesmo sabendo que eles não fazem seu estilo… mas eu não consigo ouvir Beatles sem estar bem com você. Fazia tempo que eu não me sentia assim, viva. Fazia tempo que eu não sorria feito boba ao pensar em você. Fiz planos pra nós essa noite, mesmo sabendo que você não estaria comigo nem em pensamentos. Senti saudades de quando você me apoiava, segurava minhas mãos, me ajudava a seguir em frente… Senti saudades de quando você ria de mim e de como você sempre me aceitou por ser quem eu sou. Agora eu só preciso aceitar que nada vai ser como antes, que não adianta eu viver de um passado que já foi, e que ter esperança de que um dia as coisas vão melhorar já não basta, não supre minha carência. Mas eu fico feliz em saber que você conseguiu seguir, que não ficou remoendo as memórias como eu faço todas as noites antes de dormir, que agora você se permite. E eu permito que meus sonhos te encontrem aonde quer que você esteja.

E te peço, me perdoa,
Me desculpa que eu não fui sua namorada,
Pois fiquei atordoada,
Faltou o ar.
(Tiê – Assinado Eu)
Página 3 de 19«234... 19»