Textos

Se tens em mim o teu revolver

E volta, me transforma, me deixa cega. Rouba minhas palavras, torna-se minha inspiração. Presenteia-me com seus sorrisos, seus abraços, com promessas. Dorme comigo, me explora, me transborda, me derrete, me deixa sem fôlego. Canta pra mim, sussurra baixinho que as coisas vão melhorar. E me confunde, me atrai e se vai. Vai trombando as lembranças, pisoteando os sentimentos, levando a minha paz. E te lembro, te sinto, te quero por perto.

Posts relacionados

5 Comentários

  • Reply
    Mariana Andrade.
    julho 3, 2011 at 3:49 pm

    'por onde é que andarás?'

    é tudo aqui com gosto de desejo, cá. e como é bom esse gosto :S

    bjs.

  • Reply
    Jeniffer Yara
    julho 3, 2011 at 10:27 pm

    "E te amo" – seria a frase perfeita pro final *-*

    Beijos

  • Reply
    Thalita Santos
    julho 4, 2011 at 2:07 am

    Que intensidade faminta de presença e em excesso de paixão.

    Adorei!

  • Reply
    Marcela
    julho 5, 2011 at 5:14 pm

    Grandes sentimentos e sensações imensas…

    bjs

  • Reply
    Carolina Hermanas
    julho 6, 2011 at 3:13 pm

    Ounwti.Amor é um bicho complicado,né? HAHAHAHAHA.
    Da mesma forma que ficamos anestesiados pelas diversas sensações que nos proporcionam,também nos deixa para baixo quando passamos um minuto sozinhos.Ou quando esse alguém tão especial nos machuca e continuamos precisando dele :/

    AAAAH,mas eu ainda gosto muuito de ler e escrever sobre o amor.Ele move o mundo,afinal.E a coisa é que nunca conseguimos escrever o suficiente; o dia inteiro estamos 'aprendendo' sobre o amor.E quando pensamos saber tudo sobre este sentimento complexo,vem a vida e muda todas as nossa respostas 🙂

    Beeijos *_*

Deixe uma resposta para Mariana Andrade. Cancelar envio do comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.