Textos

Qualquer canção dos Smiths soaria em bom tom agora.

Sinto saudades de quando a gente se amava. Eu aqui e você lá. E tudo era tão mais simples, tão mais fácil, tão mais nosso. Todas as noites você me acordava de madrugada, mandando sms dizendo que estava com saudade, que me amava também. Durante as aulas que matávamos juntos, a unica coisa que importava era sentir que eu te completava, assim como você fazia com que borboletas voassem no meu estômago. E de repente, o meu mundo que antes era apenas meu, tornou-se repleto de um você e eu, que era nosso, da gente, e ninguém era bom o suficiente pra ‘furar’ toda aquela bolha que nos rodeava. O mesmo mundo que, sem mais nem menos, desmoronou e as histórias de amor já não faziam sentido algum para mim. Tive que ver você partir, e por mais que eu chorasse, você não ficaria. Por mais que eu implorasse e fizesse planos, você iria. E um prometeu esperar o outro, o tempo que fosse, e qualquer que fosse a distância. Só que agora já nem sei nem o que sou capaz de sentir. Ainda te amo. Ainda te quero. Você ainda é o meu único bem querer, o meu bem estar. Mas as coisas não vão tão bem, e eu, que sempre jurei ser tão sua, já não consigo terminar uma porcaria de texto falando sobre você, sem esperar o final feliz, que no nosso caso, já nem vem. Você é capaz de sentir a confusão  que ainda faz dentro de mim?!

Posts relacionados

4 comentários

  • Reply
    equipeloveme
    julho 23, 2011 at 2:37 am

    Fresno não tem no VMA amor, só no VMB hahaha
    Um beijo e obrigada pela visita!

  • Reply
    Késia Maximiano
    julho 23, 2011 at 3:01 am

    Posso te dar um conselho? Fica amiga do tempo! Ele é sempre o melhor remédio!

    Beijão, melhoras…

  • Reply
    Clara Maia.
    julho 23, 2011 at 4:46 pm

    "Tive que ver você partir, e por mais que eu chorasse, você não ficaria. Por mais que eu implorasse e fizesse planos, você iria."

    Sei bem sobre isso, rs. E fico feliz que tenha gostado do meu texto, realmente eu queria que as pessoas permanecessem. Será uma honra ver meu texto ser recomendado aqui! Um beijo, pequena.

  • Reply
    Gabriela Marques
    julho 24, 2011 at 11:52 pm

    Uma vez, quando alguém me disse que o tempo sarava todas as feridas, tive vontade de mandá-la para certos lugares…
    Agora vejo que tinham razão. Mas não o tempo em dias, horas, que as sara, é nossa capacidade de se distrair com outros problemas, e ver que a vida é muito mais que um amor não correspondido, que rapazes que partem coração estão em todo lugar, por isso o amor próprio nunca deve ser menor que o amor que dividimos com o alheio.

    Um beijo doce.

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.