Livros Resenhas

[Resenha] – Sohuem – Trilogia da Meia-Noite II


Sohuem – Trilogia da Meia-Noite II
Laura Elizia Haubert
Editora Novo Século, 2012
246 páginas

Skoob | Orelha do Livro

Desta vez os heróis não estão sozinhos. Os deuses despertaram ávidos para intervir na rebelião de seu mundo. Os cristais, frágeis, e a loucura começam a bailar pelo ar, os embates se elevam. Volker está fortalecido. Um inimigo, mais antigo que os carvalhos de Fairland, acorda pronto para desintregar a ordem. Perseverar é essencial, porém, respirar dói, e eles sabem disso. São testados, torturados e enfeitiçados o tempo todo. Como lutar contra o que não se consegue ver? Com os nervos à flor da pele, o intimo transparecerá, novas companhias surgirão ao passo que outras padecerão. Venha desvendar os lugares por onde Kalí, Draco e Lucas andam. Conheça os novos portadores e descubra as chaves para a redenção. Cuidado, nada é o que parece ser, principalmente nos tempos soturnos de Arrarock.

 

Atenção: Essa resenha pode conter algum spoiler para quem não leu o primeiro livro. Confira a resenha de Calisto clicando aqui!

Antes de qualquer coisa devo dizer que a leitura de Sohuem foi muito desgastante e demorada. A característica utilizada no primeiro livro de cada capítulo ser narrado por um personagem permanece nessa obra, mas acredito que a autora pecou um pouco nesse aspecto, já que a história ficou muito confusa.

Não estava com muitas expectativas sobre a história, mas a curiosidade sobre o que iria acontecer com os personagens me fez continuar a leitura. Diferente do primeiro livro (onde, apesar de algumas recaídas, a autora conseguiu passar a ideia que gostaria) Sohuem é entediante, fazendo com que o leitor se desligue da história várias vezes. Infelizmente a leitura não me empolgou e levei quase dois meses para conclui-la.

Em Sohuem conhecemos mais alguns personagens que complementam a história, entre eles CorvinaRhaegarKalí (que teve uma pequena aparição em Calisto) além de conhecer um pouco mais sobre os que foram apresentados no primeiro livro e os motivos que fizeram Volker se tornar vilão. Sendo assim, nossos heróis são obrigados a enfrentar grandes perigos surreais para protegerem as insígnias, garantindo que nada de ruim lhes aconteça.
Outro aspecto que achei interessante, embora um tanto quanto confuso, foi a “participação” dos Deuses e seres místicos na história, mas achei um pouco aleatório em alguns momentos, fazendo com que muitas informações ficassem perdidas.

Infelizmente os personagens são fracos e não percebi qualquer amadurecimento dos mesmos durante a trama. A impressão que tive foi a de que a autora gostaria de faze-los interagir, mas não soube utilizar tal recurso, fazendo com que tudo ficasse muito bagunçado, o que dificultou meu entendimento sobre os fatos.

Vale ressaltar que a essência de toda a trama é muito interessante, porém, em minha opinião, a autora pecou um pouco na linguagem utilizada e na forma de trabalhar a conexão entre cada acontecimento.

Espero que no último volume da saga todos os pontos sejam ligados e eu consiga entender um pouco melhor os fatos.

Posts relacionados

5 comentários

  • Reply
    Tamires Cipriano
    dezembro 13, 2013 at 8:38 pm

    Olá.

    É uma pena que não tenha sido do jeito que queria.
    Ainda não li a trilogia da autora mas fiquei interessada nas resenhas do primeiro livro.
    Fiquei também intrigada, a autora é bem novinha com um mega talento ^^

    Adorei a resenha.
    Beijos
    Tamires C.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

  • Reply
    Ane Reis
    dezembro 13, 2013 at 11:32 pm

    Oie Cássia =)

    Não conhecia essa série, mas ela não me chamou muito a atenção =/
    A premissa da história até me pareceu boa, mas não o suficiente para me deixar curiosa …

    Beijos e um bom final de semana;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias…
    @mydearlibrary

  • Reply
    Viviane
    dezembro 14, 2013 at 12:08 am

    Não conheço a escrita da autora mas pela sua resenha acho q ficaria entediada. Embora eu ache que a história seja interessante em muitos aspectos.
    Gostei da resenha pelo fato dela ter me feito ficar com vontade de ler o primeiro volume dessa série. Mas ando tão saturada de séries, e você? rsrs
    Beijão
    Viviane
    Razão e Resenhas

  • Reply
    Jessica Zuza
    dezembro 15, 2013 at 3:02 am

    Vixe. Alem de não ser um dos meus generos favoritos ainda é cansativo. :'(

    Mas a capa é bem bonita

  • Reply
    Yasmim Namen
    março 9, 2014 at 11:18 pm

    Eu fico feliz que você chegou até o fim e soube destacar pontos 'interessantes'. Uma coisa que atrapalha muito é quando consigo me desligar da leitura e fazer outra coisa. :/
    Que venha o terceiro o/

Deixe uma resposta para Ane Reis Cancelar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.