Livros Resenhas

[Resenha] – Demônios não Choram


Demônios não Choram
Samuel Cardeal
Livro Independente, 2013
360 Páginas

Skoob | Orelha do Livro

O ano é 2184, a tecnologia avançou de forma veloz e assustadora. A sede do homem pelo “progresso” fez se exaurir grande parte das reservas naturais do planeta. Diante da escassez geral de alimentos e fontes de energia, a terceira grande guerra foi inevitável. Depois de um confronto sangrento de violência irracional e desenfreada, a guerra acabou, e o resultado: todos foram derrotados. O mundo que conhecemos hoje foi reduzido a destroços de uma civilização que não mais existe. Mais de 90% da população foi dizimada. Diante da fragilidade dos sobreviventes, as criaturas que antes viviam nas trevas, escondidas e agindo enquanto todos dormiam, fizeram do planeta destruído seu domínio. Os humanos, aterrorizados, passaram a se esconder em abrigos subterrâneos e em velhas galerias de esgotos. É nesse cenário caótico que Ezequiel, um caçador de demônios, viverá a jornada que mudara totalmente o rumo de sua vida e da de muitos outros. Um cavaleiro solitário que vaga pelas terras devastadas, caçando e eliminando os Filhos do Inferno. Mas Ezequiel não tem esperança de um futuro melhor, persegue os infernais somente por ser a única coisa que sabe fazer. Quando o caçador, após um exorcismo, se vê obrigado a levar consigo a menina que salvou, uma onda de acontecimentos o conduz à derradeira aventura que culminará no embate final entre a Terra e o Inferno. Somente um será o vencedor, e o destino do que resta da humanidade depende da coragem de Ezequiel e dos aliados que se juntarão a ele nesta incrível e perigosa jornada. Se falharem, Terra e Inferno passaram a ser um só mundo, de eterno castigo para todas as almas humanas.

Quando a Caroline (blog) me convidou para fazer parte do Book Tour do livro Demônios não choram, fiquei super animada e interessada na história. E assim que recebi o livro em minha casa, mergulhei em sua história e em dois dias a leitura já estava concluída.

Esse foi o primeiro livro do gênero que li, e confesso que durante os capítulos fiquei com um pouco de medo. A história tem um pouco de suspense, mistério e terror (grande causa dos meus pesadelos) tudo bem balanceado e a ligação entre os fatos é super bem feita. Mas também tinha um pouco de romance para deixar tudo mais emocionante, do jeitinho que eu gosto ^_^

O principal cenário utilizado durante a trama é um Brasil devastado depois de sofrer muitas explosões; aliás, no geral, o Mundo todo está devastado e sobreviver é algo muito difícil (principalmente por conta da radiação/falta de comida/água/boas condições de vida), e as pessoas se refugiaram nos esgotos das cidades.

No entanto, em Demônios não choram, o mau está presente por todos os cantos. É necessário realizar sessões de exorcismo em vários seres (não) humanos, muitos demônios vagam pela Terra e até o próprio Lúcifer aparece em boa parte dos capítulos. Isso deixa o livro bem mais (in)tenso; a curiosidade sobre o que realmente vai acontecer e o motivo que levou cada pessoa se tornar o que é apresentado é enorme.

Algo que chamou minha atenção foi o final: o autor conseguiu prender minha atenção o livro todo e quando já estava nos últimos capítulos (e tinha certeza sobre o que realmente iria acontecer), ele deu uma reviravolta deixando tudo bem enigmático e diferente, ligando todos os pontos de maneira sensacional e fazendo com que eu ficasse com a sensação de senhorr, não acredito que isso é possível.

Samuel também soube trabalhar com temas polêmicos, além de dar um puxão de orelha pra que a gente pense sobre como estamos agindo hoje em dia e que isso pode ter grande repercussão negativa no futuro.

O único ponto negativo que encontrei durante a leitura foi a presença de alguns erros ortográficos. Não que eu seja a dominadora da língua portuguesa, mas o uso excessivo de vírgulas e o início de algumas frases com letra minúscula me incomodou um pouco. Mas nada que prejudicasse a leitura e/ou o entendimento da história, pois o livro é extraordinário e super recomendo sua leitura.

Posts relacionados

13 comentários

  • Reply
    Samuel Cardeal
    janeiro 9, 2014 at 9:54 pm

    Obrigado pela resenha. Fiquei todo derretido.
    Muito feliz por ter gostado.

  • Reply
    Ben Oliveira
    janeiro 10, 2014 at 3:19 am

    Adorei a resenha! Fiquei curioso para ler o livro ^^

  • Reply
    Caroline Centeno
    janeiro 10, 2014 at 9:13 am

    Oi Cá!
    Tú sabe que eu adoro suas resenhas né? Bah , adorei ler Demônios não choram e fico feliz que também tenha gostado da leitura (:
    Sobre os erros ortográficos,realmente achei que tinha muita vírgula.
    Obrigado por participar do book tour (:
    Beijos

  • Reply
    Caline
    janeiro 10, 2014 at 3:25 pm

    Oi Cássia vou logo confessando que sou uma medrosa de carteirinha. O título é super interessante e a tua resenha ficou bem instigante, mas eu sou o tipo de pessoa que me impressiono fácil. Não gosto de livros com demônios, eles me assustam pra valer, mas parece ser uma ótima leitura para quem curte o gênero.

    Beijos
    Caline – Mundo de Papel

  • Reply
    Jeniffer Yara
    janeiro 10, 2014 at 6:12 pm

    Ainda não li um livro desse gênero. Mas gostei da resenha deste >< Desconhecido por mim, até então. Que bom que mesmo com alguns pontos negativos, a leitura agradou.

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

  • Reply
    Priscilla Democh
    janeiro 10, 2014 at 9:15 pm

    Gostei muito do que vc escreveu, deu até vontade de ler o livro 😀

    Dá uma passadinha lá

    http://biankechanel.blogspot.com.br/

  • Reply
    O que tem na nossa estante
    janeiro 11, 2014 at 2:40 am

    Eu morro de medo de livros com terror, demônios e derivados! #ProntoConfessei Sou do tipo que tem pesadelos e eu não gosto mesmo… Sei lá, para mim você é uma heroína por ter ido até o fim em um livro pós-apocalíptico com direito a demônios e o próprio capetudo no meio.

    Agora, pelo visto, para os fãs do gênero, esse livro é pedida obrigatória e a resenha ficou 10!

    Cheros, Pandora.

  • Reply
    Jessica Zuza
    janeiro 11, 2014 at 4:48 pm

    Eu acho que teria a mesma sensação que você, eu nunca li livros com essa temática.

  • Reply
    Janna
    janeiro 12, 2014 at 6:48 pm

    Oiii Cá num primeiro momento o livro não chamou a minha atenção, mas depois de ler sua resenha pude constatar que ele pode sim ser muito bom, quem sabe um dia eu tenha a chance de ler e conhecer esse mundo criado pelo Samuel.

    Parabéns pela resenha.

    BeijOs!!!

    @jannagranado
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

  • Reply
    Viviane
    janeiro 12, 2014 at 10:59 pm

    Olá Cássia, tudo joia?
    Então, o livro parece ser bem interessante, a história deu e entender ser concreta e bem amarrada, somente pela sua resenha bem escrita senti isso tudo. Não conhecia o autor e quando for possível lerei, o gênero me agrada.
    Beijos
    Vivi
    RR

  • Reply
    Fê Mello
    janeiro 13, 2014 at 4:15 pm

    Adorei a resenha e não conhecia este livro. 🙂

    Beijos,

    http://www.noivadoedgar.blogspot.com

  • Reply
    Francine Porfirio
    janeiro 20, 2014 at 5:56 pm

    A sua resenha foi bastante fiel ao que senti ao ler o livro do Samuel. Tive um tremendo orgulho por ser parceira dele depois que conheci sua obra. Nossa, é mesmo (in)tensa. 😀 Eu adorei saber que você também curtiu, mas já reconheço que temos semelhanças entre nossas preferências literárias (rs).
    Demônios Não Choram é mesmo de causar medo, mas ao mesmo tempo nos faz estar próximos dos personagens de um jeito não podemos simplesmente fugir das cenas criadas. *3*

    Ótima crítica!

    http://www.myqueenside.blogspot.com

  • Reply
    Yasmim Namen
    março 11, 2014 at 4:42 am

    SEM OR! Você com pesadelo? 😮
    Eu tava ansiosa pela resenha e ela foi completa. Estarei colocando nos meus desejados e quem sabe nas férias do fim do ano eu não consigo ganhar e ler ? :p

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.