Procurei em Sonhos
Correio dos Sonhos
Sorteios e Promoções
Receba marcadores do blog!

[Resenha] – Quem é você, Alasca?


Quem é você, Alasca? – O Primeiro Amigo, a Primeira Garota, as Últimas Palavras
John Green
WMF Martins Fontes, 2010
229 Páginas

Skoob | Orelha do Livro

Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".

 

 

Escolhi o livro Quem é você, Alasca? para minha mini-maratona de férias e não me arrependo nenhum pouco dessa escolha. Essa foi a segunda obra que li de John Green, e realmente gostei muito mais dessa leitura do que "A Culpa é das Estrelas". Muita gente comenta que por ter sido um de seus primeiros livros, a escrita do autor era um pouco fraca. No entanto, achei a história muito bem escrita e a forma como Green conduziu a trama foi sensacional.O livro é dividido em duas partes: na primeira somos apresentados aos personagens, descobrimos seus medos, sonhos, dúvidas e angústias. Todos são jovens, estudantes e moram na própria escola. Cada personagem apresenta uma carga muito grande de sentimentos reprimidos, que são de extrema importância para a criação da personalidade e modo de vida de cada um.

Sendo assim, conhecemos Alasca, Miles Haltere e Chip Martin (conhecido como Coronel), três jovens com quase nada em comum que se tornam grandes amigos. Alasca consegue encantar todos ao seu redor, graças ao seu jeito espontâneo e misterioso, além de ser uma linda menina. Miles Haltere sempre foi um garoto solitário, sem amigos e seu maior vício é colecionar últimas palavras ditas pelas pessoas; e Coronel é um jovem bolsista que não suporta injustiças.

A vida pacata de Miles muda completamente após conhecer Chip, que  é colega de quarto de nosso personagem principal e fica responsável por lhe apresentar as coisas "boas" oferecidas pela escola. Então através de Chip que Miles conhece Alasca. Assim que são apresentados, Miles sente-se atraído pela nova amiga e  ela inicia um jogo de "sedução". No entanto descobrimos que Alasca namora e é muito apaixonada por seu namorado (que não tem muita participação no livro/história).

E assim os dias vão se passando dentro do colégio interno. A afinidade dos três amigos vai crescendo cada dia mais, e até outros personagens participam de toda a trama. Miles até arruma uma namorada – com a ajuda de Alasca – e começa a se descobrir como homem. Mas a maior diversão dos amigos (além de outras coisas proibidas dentro dos limites da escola) é inventar trotes para "zoar" os alunos ricos e esnobes que estudam com eles.

Quando menos se espera, a vida de todos muda drasticamente, e então somos envolvidos pela segunda parte da história. É um momento triste, onde a amizade e superação são essenciais para que os fatos sejam esclarecidos corretamente. Eu me senti incapaz nesse momento do livro: não sabia como continuar, mas a característica de Green de sempre envolver seus leitores é muito presente nessa parte da trama.

A diagramação é bem simples e não me lembro de ter encontrado erros ortográficos durante a leitura. O livro é recheado de mistérios (sobre as pessoas) e gostei muito dessa característica em especial. Através de "Quem é você, Alasca?" (que foi uma leitura muito proveitosa), pude enxergar coisas que ignorava nas pessoas. Recomendo para quem ainda for ler, que faça com uma caixa de lenços por perto.

Eu li: Volte para mim
Eu li: Choque de Cultura – 79 Filmes pra assistir enquanto dirige
Eu li: Primeiros Versos
15 comentários
  • Camila

    Ha John, como queria te ler *-* ;x

    http://www.chadecalmila.com

    Responder
  • Natália Mussato

    Agora, quem sabe vai o/ -terceira tentativa de postagem :c

    Estou MUITO curiosa para ler as obras de John Green! Fico atiçada a comprar, mas devido a motivos de força maior (Desafio :c) não estou podendo entrar na livraria, ter um surto de choro e levar tudo huahauhuhauha Mas adoro suas resenhas, que nos preparam para a leitura sem entregar o enredo. Assim que tiver a oportunidade, irei ler suas indicações!

    Beijos!

    obodecomaonca.blogspot.com.br

    Responder
  • Arlindo Lobo Barata

    Quero muito ler esse livro. Eu fiquei ainda mais curioso com a tua resenha.

    Abraços!!
    http://macaliteraria.blogspot.com.br/

    Responder
  • Yasmin

    Também li esse livro nas férias e ele acabou se tornando o meu livro favorito para toda a vida, rs. Também tô pra escrever sobre ele no blog… Do John Green, eu li primeiro A Culpa é das Estrelas, depois O Teorema Katherine e por fim, Quem é Você, Alasca?. Achei Alasca infinitamente melhor que os outros dois…
    Beijão.

    Responder
  • Ludmila Débora

    Aaaaaaaah amei *-* Eu tenho e quero ler logo, assim como meus outros varios livros que estão me esperando haudiuahiduhaidhiua enfim, amei a resenha <3

    Responder
  • Caline

    Oi Cássia, assim como você gostei muito mais de Quem é você Alasca? do que de ACEDE. Não achei a escrita do John fraca, muito pelo contrário, esse livro me fez refletir sobre inúmeras coisas. É tão filosófico e profundo, meio sombrio e triste também. Está merecendo uma releitura.

    Beijos
    Caline – Mundo de Papel

    Responder
  • Beatriz Nathaly

    Olá! Estou com esse livro aqui, mas até agora não li por dois motivos: tempo, tenho que ler os de parceria primeiro e medo, me emocionei tanto em ACEDE e fiquei tanto tempo com uma ressaca literária, que estou com medo de acontecer tudo de novo! rs

    Beijinhos

    Bia – Blog Escrevendo Mundos
    http://www.escrevendomundos.com

    Responder
  • Matheus Salera

    Adorei sua resenha! Aumentou mais minha vontade de ler esse livro, preciso ler urgentemente uheuheuheueh John Green <333

    Corra e participe do sorteio que está rolando no meu blog!! =D
    de-livro-em-livro.blogspot.com

    Responder
  • Leitora Voraz

    Oi Cassia,
    tudo bem?
    Estava com saudades de passar por aqui.
    Eu confesso que nunca quis ler o livro A culpa é das estrelas. Mas eu gostei muito da premissa desse livro. me tocou de alguma forma que o outro não conseguiu.
    gostei muito da sua resenha,. já está anotada a dica.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://www.cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    Responder
  • Jeniffer Yara

    Tô querendo muito ler esse livro desde quando recomendaram ele num comentário de um texto pessoal meu e isso faz uns dois anos D: rs Espero ler ainda esse ano e gostar tanto da leitura quanto você *_*

    Beijos

    Responder
  • Letícia Valle

    Oi, Cássia!!

    É a primeira vez que comento aqui, mas já sigo há um tempo. Adoro seu blog! Ainda não li Quem é Você, Alasca?, mas fico curiosíssima! Só li até agora O Teorema Katherine e TFiOS. Sua resenha está maravilhosa, parabéns mesmo! Espero gostar desse livro também, pois o John é o meu segundo autor favorito. 🙂

    Beijos!

    Letícia Valle
    http://www.litteraturamundi.blogspot.com

    Responder
  • – LoolaB

    Há tempos ouço falar desse livro, mas nunca tinha me chamado completamente a atenção, mas a tua resenha me deixou mega curiosa e louca pra ler *-*

    Parabéns!

    @pirulitolimao | http://agarotadalivrariia.blogspot.com.br/

    Responder
  • Ana Lima

    Esse foi o livro que fez eu me apaixonar pelo menino Green!
    E acho que todo mudo deveria ler esse antes de ler A Culpa É Das Estrelas porque: sim.
    Porque é lindo e quebra todo o preconceito que eu já vi pela história de ACEDE.

    Acho que esse titulo, em especial e em destaque dentre os outros do autor, trás uma carga psicológica e filosófica muito forte. O Grande Talvez, que em nenhum momento é relevado o livro (e acredito que a intenção é deixa-lo a critério do leitor, deixar que o leitor identifique qual é o seu Grade Talvez); o labirinto e a pergunta: COMO sairemos desse labirinto – que também é subjetivo.

    Enfim. Sou apaixonada por esse livro, por essa história, e pela Alasca. E, se puder, gostaria de deixar como dica o Cidades de Papel, lançado há pouco tempo, mas tão bom quanto.

    Um beijo!
    Ana,
    thefaultinourbooks.blogspot.com

    Responder
  • Anônimo

    Você não achou nenhum erro ortográficos, já eu encontrei um monte.

    Responder
    • Cassia

      Acho que depende da edição que lemos…

      Responder