Sensível demais

Em 25.08.2015   Arquivado em Textos

Quando eu menos espero ela chega e me pega de surpresa. Eu me rendo, jogo as cartas sob a mesa. É muito difícil lidar com essa (des)carga de sentimentos, com as peças não encaixadas do meu próprio quebra-cabeça. As dúvidas sobre as palavras (não) ditas, cada ‘se’ referente as minhas ações, as lembranças (boas e ruins)… Tudo vai chegando e tomando conta de mim. O processo é lento e meu coração palpita a cada novo pensamento que surge. Me perco em meu próprio mundo. E crio obstáculos e desafios que só existem dentro do meu faz-de-conta. Aos poucos me afasto das pessoas que me querem bem e insisto que existe algo de errado. Me pergunto até onde sou capaz de aguentar; se falta muito para que eu volte ao normal. Mas, no fundo, eu sei que essa sensação faz parte de mim. E por mais que eu corra, ela sempre vai me encontrar.

De repente as lágrimas começam a cair… Involuntárias. Prefiro acreditar que é uma resposta, que estou tentando me libertar e seguir em frente. Eu mentalizo coisas boas, busco forças e ergo a cabeça. Todos passam por dias nublados. Todos são assombrados por seus próprios fantasmas.

Preciso de um tempo só para mim.

Eu respiro.

Conto até quanto for necessário.

E desabo em mim mesma.

Não sei quem sou, muito menos para onde quero ir.

Só desejo paciência e calma. Boas coisas estão por vir.

Eu espero…

  • Francine Porfirio

    Em 25.08.2015

    Cássia-linda,
    Sei que, às vezes, tudo parece difícil. Às vezes, parece não fazer sentido. Mas são nesses momentos que precisamos voltar o olhar para nós mesmos e encontrar o que nos mantêm em pé. O que nos faz levantar a sacudir a poeira do corpo, prosseguir mesmo com passos trôpegos, reconhecer aquilo pelo qual vale a pena viver. São nesses momentos, quando sentimos a pressão da vida quase nos roubar o ar, que precisamos lutar para não perder o senso, a esperança e a lucidez.

    Eu estou torcendo por você, Cássia-linda. Precisando, conte comigo.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

  • Carolina Garcia

    Em 25.08.2015

    Lindo seu texto, Cássia! Tem horas que a vida dificulta, mas a gente tem que levantar a cabeça mesmo e esperar por momentos melhores. Eles sempre aparecem. É só nós prestarmos atenção. 🙂

    Bjs

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/