Livros Resenhas

[Resenha] – As mil noites

As mil noites

As mil noites é uma adaptação da obra As mil e uma noites, e como eu ainda não tive coragem de encarar o primeiro livro de As mil e uma noites, eu resolvi me aventurar com o novo lançamento da Editora Intrínseca.

O livro nos conta a história de Lo-Melkhiin, um grande rei que tem como objetivo se casar e matar sua esposa. A principio é um pouco confuso de entender os motivos que levam o personagem a agir dessa maneira, mas no decorrer do livro tudo vai ficando mais claro (mas quero deixar registrado meu ódio por essa atitude). Pois bem, quando chega em uma determinada aldeia para escolher sua nova esposa (que sempre é a menina mais bonita), Lo-Melkhiin é surpreendido por uma garota que decide se casar com ele para salvar a vida de sua irmã.

Não é possível saber o nome da personagem que se casa com Lo-Melkhiin, pois em momento algum da história ela é chamada pelo nome. Achei isso um pouco estranho, porque eu gosto de saber o nome dos personagens, mas acabei me acostumando com essa caraterística da obra. No entanto, quero deixar ressaltado que me impressionei muito com tal personagem, já que na maior parte do tempo ela era muito decidida, sabia o que queria e fazia praticamente o impossível para continuar viva.

Eu gostei de como a personagem-sem-nome soube lidar com a personalidade de Lo-Melkhiin; apesar de não concordar com algumas atitudes dela, eu gostei de acompanhar o amadurecimento dela e também como ela fazia para proteger as pessoas de quem gostava. E enquanto a personagem ia se descobrindo, eu também descobria um pouco mais sobre a história e segredos de Lo-Melkhiin (e apesar dos apesares, eu continuo não gostando desse personagem)

A única coisa que me desanimou um pouco foi como a autora finalizou a obra. Achei que ficou um pouco corrido, que ela poderia ter feito diferente… Li alguns comentários no skoob de que o livro teria continuação. Apesar de não ter gostado do final, a história fechou sem pontas soltas. Acho que um segundo livro não seria necessário.

A escrita de E. K. Johnston me ganhou logo nas primeiras páginas; achei a leitura fluída, porém demorei um pouco para finalizar a leitura; os capítulos curtos ganharam meu coração e só fiquei um pouco incomodada com os capítulos narrados pela “coisa” – mas só porque a fonte estava em itálico. Fora isso, foi uma leitura bem proveitosa.

Se você está em busca de uma história de amor, As mil noites não é o livro que procura. Nele é possível encontrar muita magia, enigmas, um pouco sobre a cultura do povo do deserto e deuses menores… Mas ainda assim, é um livro muito mágico e encantador. Se você está em busca de uma história de amor, As mil noites não é o livro que procura. Nele é possível encontrar muita magia, enigmas, um pouco sobre a cultura do povo do deserto e deuses menores… Mas ainda assim, é um livro muito mágico e encantador.


  • Editora: Intrínseca
  • ISBN: 9788580579819
  • Autor(es): E. K. Johnston
  • Páginas: 320 páginas
  • Ano: 2016
  • Adicione no Skoob

intrinseca

Posts relacionados

Sem comentários

    Escrever um comentário

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.