Livros Resenhas

[Resenha] – Imperfeito

Imperfeito

Imperfeito nos conta a história de Daniel. Ele sempre sentiu que era “diferente”, como se faltasse algo em sua vida e vivesse preso. Mas tudo começou a fazer sentido durante uma festa que realizou com os amigos, onde ele sentiu que era homossexual. Digo isso porque para ele foi um grande “desafio” aceitar sua opção sexual e lidar com o preconceito das pessoas ao seu redor.

Quando começou a frequentar a faculdade, Daniel decidiu que ia começar a trilhar seu futuro sem medo do que iriam pensar. Por conta disso, ele meio que se afastou dos amigos de infância e começou a ter muitas dúvidas a respeito do que realmente queria, de quem realmente era.

Por conta disso, eu acabei criando uma relação de amor e ódio com esse personagem. Em alguns momentos eu me emocionava com suas decisões e ficava feliz em perceber que ele estava amadurecendo; mas no momento seguinte ele acabava seguindo por outro caminho, como se não aceitasse suas escolhas e não enxergasse o que estava de baixo do seu próprio nariz (eu poderia escrever mais sobre isso, mas quero que vocês descubram lendo a obra).

A principio eu pensei que Imperfeito fosse um livro volume único. Mas o autor encerrou a obra de uma maneira tão… *sério, me faltam palavras para descrever o que foi aquele final* tão única e inesperada, que me deixou doidinha da silva pela continuação.

É impossível não se envolver com a escrita de Robson Gabriel. O autor soube retratar os preconceitos, dúvidas e dilemas que, infelizmente, uma pessoa homossexual passa hoje em dia. Imperfeito me fez pensar fora da caixinha a respeito de diversos assuntos e foi uma lição para mim, uma espécie de choque de realidade.

“Vivemos em um país em que ser um bandido é mais bonito, completamente normal e aceitável para a sociedade do que amar livremente quem se é.”

O livro contém muito drama (gosto assim), muitas reflexões (Daniel gostava de escrever poesias e isso me encantou), e um assunto que infelizmente ainda é visto como um tabu. Eu realizei a leitura de Imperfeito em pouco tempo, uma vez que o livro é escrito numa linguagem mais jovem, e eu tive a sensação de que estava conversando com um grande amigo.

Como disse anteriormente, estou doida para ler “Inquebrável” – Crescendo #2, que é o desfecho dessa emocionante história. A editora Astral Cultural está de parabéns pela edição e esse é o tipo de livro que quebra diversos paradigmas.

Gostaria de ressaltar que realizei a leitura desse livro e produzi essa resenha sob a perspectiva de uma pessoa hétero. Se de alguma forma eu acabei ofendendo alguém nesse post, eu peço desculpas ♥ (e, por favor, se isso tiver acontecido, é só deixar um comentário que eu irei me retratar).


*Comprando na Amazon através desse link você ajuda o blog através de uma pequena comissão.

Posts relacionados

1 comentário

  • Reply
    Procurei em Sonhos
    março 8, 2017 at 11:42 am

    […] não conheço todos os autores que irão participar desse evento, mas eu já li o livro Imperfeito do autor Robson Gabriel e também já ouvi falar bastante de Graham: o continente Lemúria, […]

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.