InLivros, Resenhas

Eu li: A gramática do amor

Oi, gente! Tudo bem com vocês?!

Por conta do Projeto de Leitura de 2018, eu estou me aventurando em conhecer novos autores e ler uma parte dos livros que já estavam parados na estante fazia um bom tempo. E aí, lá pelo dia 20 de Março eu comecei a leitura de A Gramática do amor, da autora espanhola Rocío Carmona. Eu não tinha lido muitas coisas a respeito dessa obra, mas pela premissa eu achei que eu iria gostar bastante da história. Mas não foi bem isso o que aconteceu.

O livro nos conta a história de Irene, uma garota que estuda num colégio interno e que sofreu uma “grande” desilusão amorosa. Eu não vou ficar entrando em detalhes a respeito da desilusão, porque quando eu era adolescente eu me apaixonava muito rápido e depois ficava sofrendo pelo amor não correspondido (hoje eu sei que aquilo não era amor). Então eu meio que entendi o que ela sentiu, mas aquilo não era o fim do mundo.

Mas enfim, por conta dessa desilusão, ela começa a ter algumas aulas com um dos professores da escola, onde a proposta é ela ler alguns livros clássicos a respeito do assunto e refletir de alguma forma sobre o tema. Eu até achei essa ideia interessante, tirando a parte em que a autora ficou dando milhões de spoilers a respeito dos livros lidos por Irene. Eu sei que, por serem clássicos, não teria problema algum a autora mencionar partes importantes das obras ou até mesmo o final delas; Mas acho que ela poderia ter abordado essas informações de uma maneira diferente.

Conforme o semestre escolar vai passando, Irene se aproxima mais do professor da gramática do amor, e ela também se envolve em algumas situações constrangedoras com os demais colegas da escola. Falando nisso, eu não entendi como é que alunos do Ensino Médio tinham acesso a tantas bebidas alcoólicas (mesmo quando estavam com os professores), e também como eles burlavam com tanta facilidade as regras da escola. Como o livro se passa em um colégio interno inglês, não sei se a lei para a venda e consumo de bebidas alcoólicas para menores é feita de maneira diferente.

O livro contém muitas referências a grandes títulos da literatura, artes, e também muitos trechos de músicas. Eu só gostei de três personagens no livro: Heather, Brenda e Marcelo (pois é, nem com a protagonista eu me identifiquei). Não gostei de como Irene e o professor Peter se envolveram, muito menos das atitudes de Josh e de sua amiga de quarto, Martha. O final foi previsível, porém foi a parte mais fofa de toda a história.

A impressão que eu tive durante a leitura era de que estava lendo um livro com os mesmos personagens de Soul Love: à noite o céu é perfeito. Não sei se isso aconteceu porque os dois livros possuem temáticas parecidas, se o público alvo é o mesmo ou se eu passei da idade de ler essas obras.

Para mim é interessante fazer esse tipo de postagem, porque nem só de livros bons nós vivemos. Pode ser que alguém leia a obra e se identifique muito com a história, ou goste muito do enredo. Infelizmente isso não aconteceu comigo e o livro já está na pilha de livros para doação.

Alguém por aqui já leu esse livro?! Contem para mim nos comentários!


12

You may also like

12 Comments

  • Luiza Helena Vieira

    Oi, Cassia!
    Eu não sabia desse livro. Achei que ele é bom pra curar ressaca.
    Quanto a adolescentes com acesso a bebida, menina… nessa idade, quando se quer algo sempre se arranja um jeito hahahaah
    Beijos
    Balaio de Babados

    abril 29, 2018 at 5:36 pm Reply
    • Cássia Vicentin

      Menina do céu, eu não achei ele bom nem pra curar ressaca x_x e sobre as bebidas, minha indignação era que os professores fingiam que não tava acontecendo nada… sei lá, meio surreal uhdufhsduhf

      maio 10, 2018 at 12:59 pm Reply
  • Michele da Silva Lima

    Oi Cássia, tudo bem? Realmente a gente não vive só de leituras boas. Não conhecia a obra e a parte das referências é interessante, mas não lerei no momento rs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    abril 29, 2018 at 7:59 pm Reply
    • Cássia Vicentin

      Oi, Mi! Pois é… às vezes nem sempre conseguimos nos envolver e nos identificar com algumas histórias, né?! Mas temos que seguir o baile kkk Beijos <3

      junho 21, 2018 at 8:43 am Reply
  • Luciana Midory

    Já disse que to amando ver essa produtividade toda aqui no blog? <3

    Achei a capa do livro um amorzinho, mas é uma pena que o conteúdo não corresponda à isso… espero que as pessoas caiam aqui antes de comprá-lo, ehehehe!

    Beijos, Cássia linda! <3

    abril 29, 2018 at 8:58 pm Reply
    • Cássia Vicentin

      Lu, uma pena que a minha produtividade caiu tanto nesse mês… Pra você ter ideia, estamos quase no fim de Junho e só agora tive tempo pra começar a responder os comentários do fim de abril, maio e junho x_x Deus me ajude kkkk

      É uma pena que a capa engane tanto em relação a história 🙁 Já coloquei o livro pra doação e espero que alguém nesse mundo goste dele kkkk

      Beijos <3

      junho 21, 2018 at 8:48 am Reply
  • Monique

    É tão ruim quando o livro parece ser uma copia de outro que já lemos. Uma pena a história não ter sido tão interessante, e nem os personagens..

    abril 30, 2018 at 11:10 am Reply
    • Cássia Vicentin

      É uma pena mesmo 🙁 Mas pelo menos valeu a experiência kkk

      junho 21, 2018 at 8:52 am Reply
  • Adriana

    Oi Cássia, tudo bem? Adoro ler posts com opiniões sinceras, se é para indicar o livro, que seja indicado mesmo, mas se for para dizer que não gostou, também acho que o blogueiro tem que ser verdadeiro nas palavras. Adorei! Ultimamente tenho me decepcionado com alguns livros que tenho lido e alguns deles nem são aventuras por gêneros pouco explorados ou autores desconhecidos, mas alguns na minha própria zona de conforto. E isso é muito ruim, mas realmente não podemos acertar sempre nas escolhas dos livros que lemos e isso faz parte. Torcendo para que a sua próxima leitura seja melhor do que essa. Beijos, http://espiraldelivros.blogspot.com/

    abril 30, 2018 at 1:36 pm Reply
    • Cássia Vicentin

      Oi, Dri! Pois é, nem sempre conseguimos acertar nas leituras 🙁 Depois desse livro, eu consegui realizar leituras bem proveitosas, mas agora estou passando por uma ressaca literária e tentando pegar de novo o ritmo de leitura, hahaha
      Beijos <3

      junho 21, 2018 at 8:57 am Reply
  • Jessica

    Oie,

    Poxa que pena que o livro não tão bom.
    É complicado a autora dar referencias de livros e dar spoilers, acho que eu ficaria chateada com isso.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    abril 30, 2018 at 7:39 pm Reply
    • Cássia Vicentin

      Oie!
      Foi uma pena mesmo 🙁 Mas não dava pra adivinhar que o livro seria assim kkk

      Beijos

      junho 21, 2018 at 9:02 am Reply

    Leave a Reply

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.