Livros Resenhas

[Resenha] – Geek Love: O Manual do amor nerd

Geek Love
O manual do amor nerd
Eric Smith
Editora Gente, 2014
208 páginas
Eric Smith sabe mais do que ninguém que existem prazeres imensos na vida geek. Amigos incríveis, conversas até de madrugada sobre realidades alternativas ou até mesmo o simples prazer de ler aquele lançamento de quadrinhos. No entanto, chega um momento na vida de todo nerd em que o amor bate à porta e daí vem a hora de jogar o xadrez tridimensional que é o mundo dos solteiros. Não se desespere, jovem Padawan! Deixe Smith guiá-lo por esse caminho e descubra que amar é muito mais do que flores e bombons. Afinal, nada é normal na vida do nerd, e o amor não é senão o mais extraordinário dos fenômenos humanos.
***

Geek love foi uma leitura que me fez repensar algumas atitudes, mas não foi algo que mudasse minha vida. Nas primeiras páginas eu até estava entrando no clima do livro, mas ao decorrer dos capítulos fui achando tudo muito forçado. O livro é sim um manual, mas que fique claro que é impossível conquistar alguém através de qualquer livro desse gênero.

No livro, quem está lendo é chamado de Player 1 já que a missão é encontrar a tão sonhada Player 2. As dicas são dadas para o gênero masculino, mas como é dito logo no início da obra, se o leitor for uma mulher (como no meu caso), são necessárias apenas algumas mudanças nas frases, mas nada muito complicado. No entanto, senti que o autor ficou preso em atitudes mais machistas e fiquei um pouco desanimada com isso.

O manual tem sete capítulos, que vão desde a primeira troca de olhares até o final feliz ou término de relacionamento. Eric dá dicas de como “chegar” na pessoa, como ganhar confiança e conquistar o território. Mas acredito que ele pecou um pouco no excesso de informação, e cá entre nós, algumas dicas dele são a maior furada (como, por exemplo, procurar a cara metade em um chat online). Como se trata de um manual feito para nerds, podemos encontrar muitas referências de games e filmes. Eu não conhecia tudo o que foi citado, mas em alguns momentos me peguei pensando ‘ha ha, meu namorado joga isso!’.

Confesso que eu estava esperando um livro totalmente diferente, e me decepcionei um pouco com essa leitura; não encontrei tudo o que procurava, mas no geral, eu consegui absorver algumas coisas e dar boas risadas. Apesar de fazer referência ao universo nerd, achei que algumas coisas foram um pouco repetitivas e que o Player 1 teria que rodar, rodar, rodar para conseguir o que desejava (poxa, nem para o autor dar alguma dica de atalho!). Também senti que o leque de personagens/games/filmes/etc não foi muito bem explorado, e isso me desanimou um pouco.

O que mais me conquistou em toda obra foi a diagramação. A editora caprichou demais e tem tudo a ver com a temática do livro. Mas como nem tudo são flores, achei o tamanho da fonte dos textos um pouco pequena; Porém, se fosse maior, o livro viraria uma Bíblia. Falando em tamanho, o livro em si é bem pequeno, fugindo do padrão publicado pela Editora. No mais, é uma leitura para ser feita em momentos descontraídos, e acredito que as dicas não devem (necessariamente) ser seguidas como um mantra.

Posts relacionados

11 comentários

  • Reply
    Amanda Tôrres
    julho 5, 2014 at 1:25 pm

    Deve ser muito fofo esse livro, me interessei de verdade. To precisando ler algo mais light. Tô lendo Sandman e O Sobrevivente, não é tipo, nem um pouco light hahaha
    Beijos
    barradosno-baile.blogspot.com

  • Reply
    Juu-Chan ;3
    julho 5, 2014 at 6:12 pm

    OOOOOOOOOOOOI, booooa tarde! Tuuuuudo bom? Espero que sim, hahaha! ♥ Ooooooomg, acho que esse livro fora feito pra mim, adoooooooro nerdices, uashuashaush! <3 Awn, deve ser lindoooooooo! Imagine um nerd apaixonado? *0* Hmm, essas atitudes machistas que você citou não deviam existir em livros assim, pois o autor devia ter em mente que tanto homens quanto mulheres podem ler este livro, não é? Achei bem interessante o fato do livro citar filmes e jogos, pois eu adoooooooooro isso, hahaha! E bem que o autor poderia ter criado um atalho para o Player 1 encontrar sua Player 2, né? Uauahsuhas, mas acho que isso faz parte do "amor", hahaha! E pode deixar que, seu for ler esse livro, não irei seguir as dicas, que pelo que você disse, são furadas, uahsuahsuahs!

    ADOOOOREI SUA RESENHA! ♥

    Um enoooooorme e grande beijo,

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

  • Reply
    Isabella M.
    julho 6, 2014 at 1:25 am

    A capa é linda e a abordagem interessante, mas os toques de machismo devem desanimar mesmo!!

    Strawberry Fields

  • Reply
    Yasmim Namen
    julho 6, 2014 at 7:54 pm

    Amica, eu peguei o livro na casa da Jacque(só vi e coloquei de volta na estante u.u) e achei uma fofura, mas o tempo que fiquei lá e tinha a minha disposição KD vontade de ler? Não curti os capítulos e tal, sério, foi estranho. u.u' MAS, estou afim de comprá-lo e enviar para o meu lindo-poderoso-nerd-ex-gato-babaca do meu primo *–* HSUASUAHSUASA Q Q CÊ ACHA?
    Eu lembro de quando lia coisas nerds e ficava como você "meu namorado joga, quer, assiste isso" e ahhh… te odeio por lembrar dessa minha época. U_u'

  • Reply
    Jéssica Soares
    julho 6, 2014 at 11:57 pm

    Poxa, eu estava imaginando que esse manual focasse no humor, fosse mais descontraído e que não desenvolvesse, mesmo que pouco, algumas posicionamentos machistas. Confesso que gostaria de ter um exemplar justamente pelo visual que ficou muito bacana (e a capa é linda), mas se for para analisar o conteúdo, provavelmente não é uma leitura que irá me agradar. :/ Bjs
    Jéssica – http://lereincrivel.blogspot.com.br/

  • Reply
    Inês Gabriela A.
    julho 7, 2014 at 12:16 am

    Olá =).
    A diagramação do livro é mesmo linda, super caprichada <3.
    Eu li e achei que tiveram dicas totalmente desnecessárias e que nenhuma mulher realmente se importa, outras que seriam úteis para um homem na hora da conquista. Acho que a leitura desses livros é mesmo bastante relativa, nunca coloco muita fé nos livros de autoajuda.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

  • Reply
    Traduzindo Sonhos
    julho 7, 2014 at 12:15 pm

    Oiii, ninguém pode negar que a capa é a coisa mais fofa e linda!
    Fiquei um pouco triste com a sua resenha, esperava que o livro fosse tudo de bom e + um pouco!! Ele estava na minha lista de Wish, vou deixar lá por enquanto, mas vou passar alguns na frente..
    Bom, de qualquer forma, eu adorei a resenha e também sua sinceridade!
    Beijos!!

    http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/

  • Reply
    Ana Paula Lima Miranda
    julho 7, 2014 at 3:28 pm

    Oii,

    Já vi duas resenhas sobre o livro e fiquei de comprar pra um amigo. Agora lembrei dele HAHAHA vou comprar!

    Beijinhos,
    Blog EC&M | entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br

  • Reply
    Livros Encantos
    julho 7, 2014 at 6:08 pm

    Pelo estilo do livro não sei se me atrai . Não custa tentar . Gosto de livros que nos prendem a atenção .

    abraços

    Joyce

  • Reply
    Arlindo Lobo Barata
    julho 7, 2014 at 6:44 pm

    Admito que algo realmente diferente do que você falou sobre o livro (ksksks).
    Não sei se por eu ser homem, mas nenhum pouco nerd, a minha percepção sobre o livro pode ser diferente.
    Mas ainda assim agora vou avaliar bem se me arrisco a ler.

    Abraços!!
    http://macaliteraria.blogspot.com.br/

  • Reply
    Janna
    julho 10, 2014 at 12:15 pm

    Oi Cá, eu estou com o livro para ler, mas ainda não deu vontade, o livro realmente é fofo e parece que seu conteúdo também, mas agora que você citou algumas atitudes meio machistas fiquei meio assim, mas vou ler com a visão de que o protagonista é masculino (mesmo o livro sendo um manual)…hehe engraçado ler e identificar o namorado em algumas coisas, parece que todas nós temos um namorado nerd kkk ou marido rsrs.
    Gostei da resenha, bem sincera e explicativa, espero gostar do livro.

    Beijos!!!
    http://livrospuradiversao.blogspot.com.br

Deixe uma resposta para Traduzindo Sonhos Cancelar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.