Livros Resenhas

[Resenha] – A Maravilhosa Terra de Oz

Atenção: Essa resenha pode conter SPOILER do primeiro livro da série. Leia a resenha aqui.

A Maravilhosa Terra de Oz é o segundo volume da série Mundo de Oz e gostei mais do enredo desse livro do que do primeiro, O Maravilhoso Mágico de Oz.

Nesse livro conhecemos Tip, um garoto órfão que vive sob a custódia de Mombi, uma terrível bruxa. Pensando em pregar uma peça na bruxa, Tip resolve criar um boneco de abóbora; Mas o que ele não esperava era que Mombi iria perceber sua travessura e se vingar. Sendo assim, a bruxa utiliza um de seus feitiços e acaba dando vida ao boneco, que logo é batizado por Jack Cabeça de Abóbora. No entanto, Mombi decide que irá se livrar de Tip e transformar Jack em seu escravo. Com medo, o jovem parte em busca de liberdade, ao lado de seu mais novo amigo.

O objetivo de Jack Tip é irem até a Cidade das Esmeraldas, governada pelo Espantalho (como vimos no primeiro livro), para curtirem a liberdade, além de ser um lugar seguro. Durante a viagem, Tip percebe que seu amigo está com dificuldades para caminhar, então acaba dando vida a um personagem bem inusitado: um Cavalete. Sim, um simples pedaço de madeira tornou-se elemento chave na fuga dos personagens e adorei suas aparições na história.

Quando finalmente chegam ao destino, o trio descobre que a Cidade das Esmeraldas está sendo atacada por mulheres rebeldes. Confesso que achei interessante essa invasão, principalmente pela mensagem passada aos leitores: que mulheres possuem os mesmos direitos que os homens (mas isso é assunto para outro post). Dessa forma, o Espantalho foge ao lado de TipJack e o Cavalete em busca de ajuda. E eles vão para a província em que o Homem de Lata está governando.

Com a ajuda de seu velho amigo e seus novos companheiros, Espantalho parte para a Cidade das Esmeraldas para retomar seu lugar como líder do povo. Em meio a tantas aventuras, alguns personagens do livro anterior voltam a aparecer nesse segundo volume, e novos aparecem, entre eles o Zógol Besouro (não fui cativada por esse personagem, mas acho que a ideia do autor era realmente criar ‘algo’ que tivesse dose extra de confiança e nada de semancol) e Gumpo (mais conhecido como Coisa).

Como disse anteriormente, esse segundo livro me cativou mais do que o primeiro. Nele temos mais aventuras, batalhas e alguns valores são redescobertos durante a narrativa. Também achei que a leitura fluiu de forma mais natural, sem me cansar em algumas partes como aconteceu no primeiro volume. A edição está no mesmo estilo que o anterior, e parabenizo a Editora por manter a qualidade em suas publicações.

Editora: Vermelho Marinho

ISBN: 9788582650202

Autor(es): L. Frank Baum

Páginas: 236 páginas

Ano: 2014

Skoob | Orelha de Livro

   

* Livro cedido para resenha pela Editora.

Posts relacionados

3 comentários

  • Reply
    Sammysam Rosa
    janeiro 12, 2015 at 8:43 pm

    Não sou muito chegada ao mundo de OZ, acho interessante, mas não é um tipo de livro que eu leria. Achei interessante ver que tem uma continuação, pensei que fosse somente a história da Doroth. Acredito que quem curte mais essa pegada infanto juvenil e até mesmo os leitores mais jovens, vão curte o livro.

    Beijos.

    http://www.daimaginacaoaescrita.com

  • Reply
    Literatura Vip
    janeiro 13, 2015 at 5:30 pm

    Ei Cássia,
    o livro parece ser uma fofura, mas n faz muito meu estilo.
    Adorei a resenha bem escrita!
    Um bjo!!

    http://www.leituravipblog.com

  • Reply
    Giane Nunes Teles
    janeiro 15, 2015 at 12:50 am

    Oi Cassia. Não conhecia esse livro. Na verdade nunca vi o filme nem li livros sobre OZ, conheço só de ouvir falar (que vergonha). Apesar de o segundo livro ter ficado melhor que o primeiro ainda não conseguiu me cativar e me deixar louca para ler. 😛 Quem sabe um dia eu de uma chance a ele. Bjoks da Gica.

    umaleitoraaquariana.blogspot.com

Escrever um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.